Tribunal nega pedidos de cassação contra governador de Minas Gerais


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, por unanimidade, dois recursos movidos pelo PSDB contra o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), de acordo com o jornal Estadão. As ações acusavam o petista de arrecadação e gastos ilícitos e abuso de poder político durante sua campanha ao governo em 2014, razões para a cassação de seu mandato.

Para o ministro do TSE Edson Fachin, relator dos recursos, não ficaram provadas as irregularidades questionadas pela coligação adversária. O voto foi acompanhado unanimemente pelos ministros Jorge Mussi, Og Fernandes, Admar Gonzaga, Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, Luis Roberto Barroso e Rosa Weber, presidente da Corte.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.