Pela sexta vez seguida, mercado reduz estimativa de inflação para 2018



A estimativa de instituições financeiras para a inflação este ano caiu pela sexta vez seguida. Segundo pesquisa do Banco Central, divulgada nesta segunda-feira (3), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve ficar em 3,89%. Na semana passada, a projeção estava em 4,94%.

Para 2019, a projeção da inflação passou de 4,12% para 4,11%. A estimativa se manteve em 4% para 2020, enquanto a expectativa para 2021 passou de 3,86% para 3,78%.

A meta de inflação, que deve ser buscada pelo BC, é 4,5% para este ano, com limite superior de 6% e inferior de 3%. A meta para 2019 é de 4,25%, com margem de tolerância entre 2,75% e 5,75%.

Para alcançar a meta de inflação, o Banco Central se utiliza da taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 6,5% ao ano. A estimativa é que a taxa permaneça neste valor em 2018 e seja reajustada para 7,75% ao ano em 2019.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.