terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Justiça nega habeas corpus para João de Deus



O pedido de habeas corpus para o médium João de Deus foi negado hoje (18) pela Justiça. O líder religioso é acusado de abusos sexuais contra mulheres durante atendimentos espirituais e está preso no Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia após se entregar à Polícia Civil.

O advogado do médium Alberto Toron, que deu entrada no pedido de liberdade, disse que pretende recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Hoje mais cedo, a Polícia Civil realizou buscas em endereços ligados ao médium, dentre eles, a Casa Dom Inácio de Loyola, onde ele atendia, para tentar colher novas provas para as investigações.