Jovens de Barreiras e Luis Eduardo Magalhães são certificados pelo Programa Jovem Aprendiz do Senar Bahia



Mais 121 jovens de três turmas do Programa Jovem Aprendiz na área rural, do Senar Bahia, concluíram a formação neste mês de novembro, receberam certificação e estão aptos a ingressar no mercado de trabalho. Deste total, 23 jovens são da turma de Juazeiro, 33 de Luís Eduardo Magalhães e 65 de Barreiras.

Os aprendizes do programa recebem capacitação qualificada, através de cursos com carga horária de 800 ou 960 horas, preparando-os para o primeiro emprego nas mais variadas áreas do agronegócio, além de oferecer grandes oportunidades para novas experiências. Para isso, o Senar Bahia mantém em seu portfólio os cursos de Aprendiz de Trabalhador na Fruticultura, Silvicultura, Olericultura, Café, Supervisor Agrícola e Auxiliar Administrativo e Financeiro, divididos em três fases. A primeira é dedicada às disciplinas básicas, a segunda é voltada para as disciplinas técnicas com práticas concomitantes e a fase final consiste na experiência prática, quando os jovens podem vivenciar o cotidiano das empresas rurais, compatível com a proposta pedagógica do programa.

Na condição de instituição formadora, durante os cursos, o Senar é responsável pelos ensinamentos teóricos e acompanhamento das práticas profissionais, enquanto a contratação dos jovens, entre 18 e 24 anos incompletos, fica por conta das empresas rurais parceiras do programa, de acordo com a Lei 10.097/00. A normativa determina que todas as empresas de médio e grande porte contratem um número de aprendizes equivalente a um mínimo de 5% e um máximo de 15% do seu quadro de funcionários, cujas funções demandem formação profissional e que o contrato de trabalho do jovem com a empresa deve ser assinado no primeiro dia de curso, garantindo recebimento de salário pela aprendizagem teórica e prática.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.