Haddad admite que Brasil pode crescer com governo liberal de Bolsonaro


O candidato derrotado à presidência da República, Fernando Haddad (PT), acredita na possibilidade de crescimento econômico do Brasil durante o governo Bolsonaro, mas atribui o fato a falta de crescimento dos últimos anos.


"Temos que nos prevenir: ele vai adotar o neoliberalismo radical", disse, referindo-se a Bolsonaro. "Em primeiro lugar gera um fluxo de caixa muito importante e dá fôlego, com a venda de ativos estatais, o que ocorreu com o primeiro mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com venda de estatais, o que bancou a sobrevalorização do câmbio por quatro anos", disse. "Vamos ter crescimento em 4 anos porque estamos há 4 anos sem crescer e isso vai dar um respiro para o governo", completou Haddad durante um evento em New York.


Na oportunidade o petista defendeu que é preciso adotar cuidado para avaliar o futuro da administração Bolsonaro. "Não pode ver como dado o fracasso, que pode ocorrer, mas não é pressuposto da nossa avaliação".

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.