A Câmara Municipal de Formosa do Rio Preto aprovou no dia 25 de junho o projeto de municipalização do Bolsa Família, de autoria da Prefeitura. O Programa é totalmente custeado pelo município e vai ajudar a complementar a renda das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade, combatendo a fome, reduzindo as desigualdades e promovendo políticas públicas. É a Prefeitura de Formosa do Rio Preto, cada vez mais trabalhando pela nossa gente.

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Fórum de Mercado da Banana reunirá fruticultores da região oeste


O Fórum Baiano de Mercado da Banana acontecerá no dia 20 de novembro na Fazenda Modelo Paulo Mizote e reunirá produtores rurais, técnicos, pesquisadores de instituições e representantes de associações da fruticultura regional e interestadual.

O potencial de produção e mercado da banana das espécies prata e nanica em Barreiras e região é bastante evidente, principalmente quando é considerada a produtividade média de 25 ton./ha/ano, podendo chegar a 90 ton/ha/ano quando se trata da banana nanica – espécie mais cultivada.

Para discutir sobre o cenário da bananicultura o evento realizado pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras (SPRB) e Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) apresentará palestras e mesa redonda com participação de importantes instituições representantes da fruticultura no país – ABANORTE, ABRAFRUTAS/FRUTAS DO BRASIL, FAEB, CNA e COODEVASF.

“Estamos em uma região que é conhecida pela excelência do cultivo de grãos e plumas, mas também temos grande potencial para o desenvolvimento da fruticultura. Temos oferta hídrica adequada, condições climatológicas favoráveis com período seco e úmido bem evidentes; o que favorece a proteção fitossanitária e a qualidade da fruta e, logística”, pontou o presidente do SPRB Moisés Schmidt, que destacou ainda a necessidade de investir no aperfeiçoamento da atividade para o crescimento do mercado do setor.



“O Fórum surgiu da necessidade de discutirmos as possibilidades de crescimento e aperfeiçoamento da fruticultura aqui em nossa região, especialmente em Barreiras, visto que é preciso adquirir condições técnicas para competir com outros polos. Será um momento de trocar informações, tirar dúvidas e conhecer novas oportunidades para profissionalizar a bananicultura, alcançar outros mercados, atender outras demandas e fortalecer o agronegócio”, concluiu Schmidt.


Do total de bananas produzidas aqui 85% é exportada para outros estados e 15% é comercializado no mercado regional e estadual. Tocantins foi o principal destino até setembro de 2018, com 30% na participação das vendas até o final de setembro/2018, seguido pelo Distrito Federal com 25% e Goiás com 12% de participação. As exportações internacionais ainda tem volume inicial, mas temos como mercado potencial a Argentina, União Europeia e países do Oriente Médio.


Apesar de algumas dificuldades que o setor enfrenta as perspectivas são muito positivas. “Estamos em meio a maior crise que o setor tem registro, mas a comercialização da fruta na nossa região cresceu 600% entre 2013 e 2017, sendo que em 2018 devemos repetir o desempenho de 2017, com 27 mil toneladas comercializadas. Enquanto o Estado da Bahia deve ter uma redução de 10% a 15% na comercialização em 2018, se compararmos ao volume vendido em 2017. Neste momento não perder mercado já foi uma vitória, pois o grande problema está no consumo e prova a qualidade superior da nossa fruta pela preferência do cliente, em um mercado com oferta acima da demanda”, destacou o gerente de operações da Granflor Agroflorestal, Alexandre Araújo.


Ascom SPRB