Chuva forte causa estragos em Correntina e prefeito define plano de ação





As fortes chuvas, que caíram na última sexta-feira (02) em Correntina, causaram muitos estragados por toda a cidade. O prefeito Nilson José Rodrigues (Maguila) convocou uma reunião com o secretariado municipal, no final da manhã deste sábado (3), onde foi definido um plano de ação para recuperação de tudo que foi danificado pelas enxurradas.

O gestor municipal e o engenheiro Lucas Araújo percorreram toda a cidade para avaliar os danos causados. “Os estragos foram enormes e estamos adotando todas as medidas possíveis para resolver os problemas. Temos presa, os problemas atingiram grande parte da população em várias partes da cidade”, afirmou o prefeito Maguila.

Medidas adotadas

A Prefeitura já comunicou à Defesa Civil do Estado e ao Departamento de Infraestrutura e Transportes (DNIT) sobre a situação do município e solicitou uma equipe de cada órgão para tomar as medidas necessárias. Os engenheiros do DNIT chegam na segunda-feira (5) para avaliar a enorme cratera que se abriu na BR 349, no trecho urbano. Um engenheiro da CCL, empresa responsável pela manutenção da BR já esteve no local e aguarda posicionamento do DNIT para iniciar a obra de recuperação.

O prefeito Maguila viaja na segunda-feira (5) para Salvador. Ele vai buscar pessoalmente ajuda do governador Rui Costa e do DNIT para acelerar a recuperação dos estragados causados pela chuva em toda a cidade.

As máquinas já começaram a limpeza da praça do Mercado Antigo, local onde é realizado a Feira da Agricultura Familiar, sempre às quartas-feiras. Todo o trabalho será concluído em três dias.

Para agilizar as obras, o governo municipal analisa a decretação de Estado de Emergência. A medida foi uma das pautas da reunião realizada pelo prefeito com engenheiros, advogados, pregoeiro e secretários municipais. Se for mesmo feito, o decreto deve ser publicado na segunda-feira, no Diário Oficial do Município. No entanto, a decisão só será tomada depois da analisa da Defesa Civil, confirmando a gravidade da situação.

Estragos e transtornos por toda a cidade

A força da água foi tão forte que a água do rio inundou todo o centro da cidade, Ranchão, Sete Ilhas e provocou a abertura de um enorme buraco na BR 349, já na parte urbana, causando a interdição do trecho. De imediato, a Secretaria de Trânsito e Segurança Pública, com apoio da Guarda Municipal, sinalizou o local e desviou o trânsito para a rua da Caixa d’água, à esquerda logo depois do Posto Precioso na entrada da cidade para quem vem da direção de Brasília.

Duas pontes nas Sete Ilhas foram levadas pela força da correnteza, inclusive, uma que estava em reforma. Além disso, boa parte das pedras e as madeiras que seriam utilizadas para o serviço foram levadas pela correnteza. Parte das pedras que formam os passeios no ponto turístico também foram danificados.

No setor Itamarana, uma ponte caiu, deixando parte do bairro isolado sem a possibilidade de passar carros ou motos. Em várias ruas na beira do rio, partes do calçamento soltou e foram levadas pela água. Parte do asfalto novo que está sendo construído pela Prefeitura no Setor Dourado também foi danificado, além de um poste de energia que caiu no bairro, causando transtornos a todos os moradores. Isso sem contar que várias casas, próximas ao rio, foram alagadas e vários murros caíram por conta da força da chuva. Mesmo com tantos estragos, não há relatos de desabrigados no município.

Outro problema causado foi a interrupção do fornecimento de água. O problema foi causado pelas rupturas de duas redes de água, justamente, nas duas pontes que foram levadas pelas chuvas. Uma equipe do Serviço de Abastecimento de Água e Esgoto de Correntina (SAAE) já normalizou o sistema na cidade e na segunda-feira (5) instalará uma tubulação sobre o rio nas Sete Ilhas para garantir o abastecimento às comunidades rurais de Cerco, Manoel Mendes e Baraúnas.

Ascom - Prefeitura de Correntina-BA

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.