A Câmara Municipal de Formosa do Rio Preto aprovou no dia 25 de junho o projeto de municipalização do Bolsa Família, de autoria da Prefeitura. O Programa é totalmente custeado pelo município e vai ajudar a complementar a renda das famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade, combatendo a fome, reduzindo as desigualdades e promovendo políticas públicas. É a Prefeitura de Formosa do Rio Preto, cada vez mais trabalhando pela nossa gente.

terça-feira, 20 de novembro de 2018

CEREST- Barreiras e parceiros promovem palestras sobre o uso seguro de agrotóxicos, em Angical




Atendendo à demanda da Secretaria de Saúde de Angical no sentido de oferecer orientações aos pequenos produtores rurais sobre o manuseio e uso correto dos agrotóxicos, o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST- Barreiras), juntamente com a Agência Estadual de Defesa Agropecuária (ADAB) e o Núcleo Regional de Saúde Oeste (NRS), ministraram palestras sobre o “Uso Correto e Seguro de Agrotóxicos e Intoxicação por Agrotóxicos”, no último dia 12, no plenário Câmara de Vereadores de Angical.


Os temas abordados abrangeram a aplicação correta de agrotóxicos, importância do uso de Equipamentos de Proteção Individual - EPI´s, os perigos do desvio de produtos tóxicos para culturas não indicadas, entre outros. O fiscal agropecuário da ADAB, Genildo Ribeiro informou que para comprar agrotóxicos os produtores rurais devem ter em mãos o receituário agronômico, emitido por um responsável técnico, que pode ser um engenheiro agrônomo ou engenheiro ambiental, a quem cabe repassar todas as informações necessárias. Outra orientação é que o produtor leia e siga a bula corretamente, além de devolver as embalagens vazias no local indicado na nota fiscal do produto.


Genildo Ribeiro ainda explicou sobre o uso de agrotóxicos na produção de hortaliças. “São culturas consideradas de ciclo curto, perecível, e caso não aplique o produto de forma correta e espere o período de carência, pode ficar resíduos do produto na hortaliça, o que a torna prejudicial à saúde”, disse.


A coordenadora do CEREST-Barreiras falou sobre a intoxicação por agrotóxicos e o tratamento clínico em casos de possíveis intoxicações. Relatou ainda que estudos demonstram que os agrotóxicos causam vários danos à saúde humana, como: aborto, má formação fetal, câncer de mama e de próstata, transtorno mental e pode até levar a morte súbita em alguns casos.


O evento contou com a presença de produtores rurais da região, profissionais da área de saúde, técnicos do âmbito agropecuário e ambiental.


DIRCOM/PMB