Captação de recursos, empreendedorismo e fomento cultural são discutidos na Oficina de Elaboração de Projetos Culturais em Barreiras



A capacitação e profissionalização do setor cultural ainda é um grande desafio em Barreiras. Com a meta de oferecer mais espaço para discussão e atividades culturais, a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer por meio da Diretoria de Cultura promoveu na sexta-feira (9), uma oficina gratuita para ensinar artistas, produtores e gestores culturais a desenvolver e elaborar projetos culturais.

Desenvolvido pelos mediadores e gestores culturais, Gelson Fernandes, Vanderlino Barbosa e a diretora de cultura Diva Bonfim, a programação didática levou até os participantes por meio de bate-papo, as principais técnicas, diretrizes e processos para elaboração e gerenciamento dos empreendimentos culturais, mostrando como as ferramentas de administração, comunicação e direito podem ser aplicadas na realidade regional.

Com a participação de profissionais qualificados, de reconhecimento local e regional, o debate foi aberto a toda comunidade de artistas e reuniu membros do conselho municipal de cultura, músicos, quadrilheiros, professores de música e teatro.

“Esse é o momento de expormos as dúvidas, dividir experiências e mais que tudo, movimentar a cultura no sentido de elaborar projetos, fazer portfólios e saber realmente sobre as leis de incentivo à cultura. O empreendedorismo cultural me chamou muito atenção, porque precisamos realmente empreender a cultura e profissionalizar nossas manifestações regionais”, disse o presidente do Conselho Municipal de Cultura, Hudson Alves.

De acordo com a diretora de cultura, Diva Bonfim, a formação oportunizou aos participantes informações sobre as vivências práticas da construção de um projeto cultural, desde a identificação do problema a ser solucionado à prototipação da solução.

“Durante o dia inteiro, sentamos, discutimos, compartilhamos experiências e dividimos conteúdos que tratam do planejamento e do ciclo de vida de um projeto cultural, desde as ferramentas de elaboração às fases de processamento burocrático, que vão da inscrição à prestação de contas. Temos grandes expectativas e vamos acompanhar todo processo de inscrição de projetos culturais de Barreiras, porque acreditamos no grande potencial artístico e cultural dos nossos fazedores de cultura”, afirmou a diretora.


A Diretoria de Cultura informa ainda que os produtores culturais terão a oportunidade de elaborar projetos referentes ao Chamamento Público 04/2019, referente ao Processo Nº 1433/2018, que visa disponibilizar R$ 700 mil reais, oriundos do Fundo Municipal de Cultura para as diversas linguagens culturais, sendo: Música, Teatro, Dança, Circo, Audiovisual, Artes Visuais e Artes Plásticas, Artes Visuais e Plásticas, Artesanato, Cultura Popular Indenitária, Cultura Junina, Artes Integradas e Carnaval Cultural.

COMPARTILHAR
Anterior
Proxima