Focos de incêndio atingem cidades do oeste Baiano



As cidades de Buritirama, Boquira, Campo Alegre de Lourdes, Barreiras e Rio de Contas foram alvo de incêndios florestais nos últimos dias. O caso acontece de forma simultânea e é combatido pelo Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA), através do Programa Bahia Sem Fogo, sob coordenação dos bombeiros e Secretaria de Meio Ambiente da Bahia (Sema).

Segundo a CBMBA, o município de Rio de Contas (a 617 quilômetros de Salvador) é o que se encontra em uma situação mais agravante e Boquira (a 671 quilômetros de Salvador) possui um período maior com incêndio. Há dois aviões sendo utilizados de forma auxiliar no combate, lançando água e fazendo o monitoramento aéreo.

Estes incidentes normalmente ocorrem em sua maioria por ação humana de forma dolosa ou culposa, entre os motivos também estão as descargas atmosféricas e raios, que ainda segundo a CBMBA, não foram registrados nos últimos tempos na região.

O fogo é comumente utilizado para limpar pastos, porém pode causar dano a fauna e flora, além de empobrecer o solo e tendo como consequência a fertilidade e capacidade de produzir na terra.

Conforme o Código Florestal (Lei nº 12.651/12), o fogo pode ser utilizado somente sob autorização de um órgão responsável. Na Bahia, o Instituto do Meio Ambiente de Recursos Hídricos (Inema), pode conceder essa possibilidade. Sem autorização, o ato e considerado crime, como está inserido na Lei nº 9.605/98 de Crimes Ambientais.

O corpo de Bombeiros atende as ocorrências de incêndio através do número 193.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.