Pequenos produtores rurais de Formosa comemoram sucesso da feira deste sábado



Foi um sucesso ainda maior do que na semana passada, a feira livre em Formosa do Rio Preto, neste sábado (04), na Avenida Bahia, em frente ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Ampliou-se o número de participantes, com maior animação e melhores resultados. Com o apoio da prefeitura, através da Secretaria de Agricultura, Combate à Seca e Estiagem, a feira do município, um sonho antigo da comunidade, está sendo instituída e ganhará um local mais adequado e permanente.
Na semana anterior, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais realizou uma feira da agricultura familiar em comemoração ao Dia do Agricultor e o prefeito Termosires Neto aproveitou a oportunidade para lançar a feira livre contínua da cidade, com a parceria do sindicato. Um projeto que já estava sendo planejado pela gestão e que agora se concretiza.
Feira livre será na Praça Nilo Gonçalves.
A partir do próximo sábado (11), a feira passa a acontecer na Praça Nilo Gonçalves, na antiga Cesta do Povo.
“Estamos estabelecendo um espaço mais amplo, investindo na estrutura e vamos continuar sendo parceiros do pequeno produtor e da sociedade para que a feira de Formosa seja, em curto prazo, uma das nossas referências, trabalhando em conjunto com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores, Rosicledja Reis – a Keinha, a tesoureira Elizete Batista e todos os integrantes da entidade,”, frisou o prefeito Termosires.
Keinha também destacou a importância do apoio do sindicato, do Executivo, do Legislativo e de toda a comunidade em favor dessa grande realização para o município.
De acordo com o secretário de Agricultura, Eronides Batalha, a formatação da instalação da feira livre de Formosa do Rio Preto é mais um compromisso do plano de governo honrado pelo gestor. “O nosso papel é incentivar a produção e participação na feira e oferecer um espaço adequado para que ela aconteça”, resumiu.
Sucesso de vendas
“Vendi em uma manhã mais do que venderia em um mês inteiro. Só mel foram 10 litros e as hortaliças precisei repor quatro vezes”, contou Tonho da Horta, um dos 65 feirantes. Assim como ele, vários produtores tiveram seus estoques esgotados.
Ovos e galinhas caipiras, cabra, paçoquinha de carne seca, bolos, biscoitos, pães e doces caseiros, mandioca, abóbora, tomate, melão, melancia, maxixe, feijão e milho verdes, tapioca, farinha, remédios caseiros, artesanato e até roupas e calçados. A feira agradou o público com a qualidade e diversidade. “Maravilhosa, produtos excelentes e com bom preço”, aprovou seu Martinho.
Para a artesã da Associação Pró-Cultura, Pastora Souza, o evento foi bem sucedido não apenas pelas vendas, mas principalmente pelo conceito de feira livre, de responsabilidade ecológica e social e de cooperativismo que agrega. “As peças feitas com pneus velhos estão fazendo sucesso. A feira abre muitas oportunidades”, exemplificou Pastora.

Ascom/Prefeitura de Formosa

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.