Prefeitura de Barreiras promove Escuta Pública para orientar os trabalhos de elaboração do Projeto de Requalificação do Centro Histórico


Em uma noite histórica, moradores, comerciantes e frequentadores do Centro Histórico de Barreiras, participaram em massa da Escuta Pública realizada pela Prefeitura de Barreiras no intuito de debater assuntos que nortearão o trabalho de elaboração do Projeto de Requalificação do Centro Histórico da cidade.

O evento aconteceu no Centro Cultural Rivelino Silva de Carvalho, na noite dessa quinta-feira, 12. Na abertura das atividades, a Chefe de Gabinete, Marileide Carvalho, reforçou a importância do projeto para o Centro Histórico e para a cidade, destacando o empenho do prefeito Zito Barbosa na execução do mesmo. Em seguida passou a palavra para arquiteta Luiza Carvalho que juntamente com Anne Sturmer e Marianne Campos que são responsáveis pela elaboração do projeto, exerceram a coordenação dos trabalhos.

A metodologia aplicada para a participação popular, buscou tornar o processo da elaboração do pré-projeto mais produtivo e democrático. O público presente foi dividido em oito grupos com a incumbência de identificar quatro problemas relacionados ao centro histórico, indicando em seguida quatro soluções para cada problema apontado.

Bem participativo nas discussões, Flávio Cordeiro que mora no Centro Histórico há 45 anos, avaliou como sendo muito importante essa oportunidade de ser escutado na construção do Projeto. “Esse é um momento muito importante para todos nós, deve haver um equilíbrio entre moradores, comerciantes e frequentadores do centro histórico. É necessário ter um olhar especial para a segurança e trazer vivacidade novamente a esse símbolo da nossa cidade”, disse.

Após os debates, troca de ideais, eleição do porta-voz e apontamento dos problemas e indicação de soluções pelos grupos, o grande público presente retornou a plenária geral do auditório do Centro Cultural, onde foram externadas as proposituras nas mais diversas áreas, como segurança, iluminação, arborização, estacionamento e orla do cais, sempre objetivando contribuir na elaboração do projeto que terá a participação da sociedade como sua marca principal.

Com investimentos na ordem de R$ 4 milhões proveniente do Ministério do Turismo, o Governo Municipal fará intervenções em todo Centro Histórico, contemplando além da iluminação e novo calçamento, a requalificação da Praça Cel. Antônio Balbino (Praça 24 Horas), Praça Landulfo Alves, Mercado Cultural Caparrosa e a Praça São João Batista.

Ao final da Escuta Pública, Luiza Carvalho falou do desafio. “Esse momento é fundamental para complementar a visão técnica, evidenciando a perspectiva do cidadão, morador, comerciante e frequentador, eles trazem um olhar diferenciado, de quem vive a realidade do dia a dia do centro histórico. São diversos interesses e fica cada vez mais claro que a equipe técnica deverá optar por um caminho que contemple a pluralidade, o coletivo”, concluiu.

O próximo passo será desenvolver um anteprojeto, apontando as diretrizes básicas representadas já em planta baixa em maquete 3D que será apresentado em audiência pública. O Projeto de Requalificação do Centro Histórico é uma realização da Prefeitura de Barreiras através do Programa Barreiras Mais Bonita e Mais Humana, que já promoveu a urbanização do Cantinho do Senhor dos Aflitos e atualmente executa ações de urbanização no Bairro São Sebastião.








Ascom/ Prefeitura de Barreiras

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.