Presidente da Abapa é homenageado durante a abertura da Bahia Farm Show 2018




A organização da Bahia Farm Show homenageou nesta terça-feira (5) durante a solenidade de abertura, o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Júlio Cézar Busato, diante dos serviços prestados ao desenvolvimento da agricultura na região oeste da Bahia. Ele recebeu uma placa em homenagem das mãos do presidente da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Celestino Zanella, que reforçou a importância do trabalho desenvolvido por Busato durante quatro anos na frente da entidade. Além de presidente da Abapa, Júlio também é vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), ao qual representa a entidade na Câmara Técnica de Assuntos Agropecuários do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), vice-presidente do Instituto Pensar Agropecuário e atua junto à Frente Parlamentar da Agricultura (FPA).

Presente na solenidade, o governador da Bahia Rui Costa, também se referiu à Busato como uma liderança, que juntamente com os demais produtores das entidades tem alcançado um protagonismo para levar mais renda, emprego e desenvolvimento para o oeste da Bahia. “Esta feira representa o pioneirismo e o espírito de liderança das entidades dos produtores da região oeste, que também são responsáveis por 50% do valor de exportações da Bahia, gerando emprego, renda e desenvolvimento para todo o estado. Aqui na região, eu não tenho conhecido as pessoas, mas feito amigos. Admiro as pessoas, que como Júlio, deixam os seus negócios e o pessoal de lado para lutar pelas necessidades da coletividade”, explica.

Ao ter a família reunida no palco, o presidente da Abapa fez um agradecimento especial a eles, “por compreenderem e aceitarem o tempo que deixou de passar com a família para cuidar dos interesses coletivos”. Durante a homenagem, Busato reforçou que: “Ninguém faz nada sozinho, as conquistas que tivemos nesse período à frente da Aiba foram méritos de um time. Convocamos os associados, pedimos para eles participarem mais, e fomos atendidos. O trabalho de articulação aproximou o agricultor do governo do Estado, da prefeitura e do Ministério da Agricultura em Brasília. O grande mérito da equipe foi unir todos os interessados em torno dos mesmos objetivos, por meio da liderança e do diálogo”, destacou.

Engenheiro agrônomo e agricultor, nascido na cidade de Casca, no Rio Grande do Sul, Júlio Busato chegou ao oeste da Bahia há mais de 30 anos, em 1987, juntamente com a esposa Renate, e o filho, Cézar, na época com nove meses de idade. Hoje, os filhos Cézar e Isabela, são engenheiros agrônomos e também se dedicam ao setor agrícola. “Somos um grupo familiar, e viemos para cá com meu pai Hélio, minha mãe, Olívia, e meus irmãos, Roberto, Marcos e André. Juntos e unidos, conseguimos crescer e avançar o nosso grupo, que tem quase 800 funcionários. Imprimimos esse trabalho de dedicação e prosperidade na equipe reforçando a ética do trabalho, respeito e oportunidades para o desenvolvimento socioeconômico da nossa região”, reforça.



Araticum

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.