Nova tabela de fretes será revogada nesta sexta-feira

Imagem ilustrativa. 

Poucas horas depois de publicada a nova tabela com o preço mínimo do frete para o transporte rodoviário de cargas, o governo recuou e anunciou que a medida será revogada no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

De acordo com a assessoria do Ministério dos Transportes, volta a valer a tabela publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres- ANTT, no dia 30 de maio.

Ainda de acordo com a assessoria, a decisão foi tomada após reação dos representantes dos caminhoneiros com a publicação do documento nessa quinta-feira. A categoria se reúne com governo nesta sexta-feira na sede da ANTT, em Brasília, às 9 da manhã.

A nova tabela divulgada no fim da tarde dessa quinta, de acordo com a ANTT, foi elaborada porque a anterior, do dia 30, estava confusa.

O novo documento previa valores de frete por quilômetro rodado, combinado com o número de eixos dos caminhões. Considerava também a possibilidade de negociação do frete de retorno entre o contratante e o transportador.

O Ministro do Transporte, Valter Casimiro, afirmou em coletiva de imprensa, antes da decisão de revogar o documento, que a nova tabela foi acordada com o setor do agronegócio, setor de cargas e combustível e representantes dos caminhoneiros. Ele afirmou ainda que os preços dos fretes iriam cair.

A tabela de preços mínimos para os fretes foi uma das reivindicações dos caminhoneiros durante a paralisação que durou dez dias. As propostas de mudanças vieram após críticas de representantes do agronegócio.

Rádio Agência Nacional / EBC




COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.