Tribunal nega suspender condenação de Lula até julgamento de recurso no STF



O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) negou ontem (5) um pedido da defesa do ex-presidente Lula (PT) para suspender a condenação do petista enquanto não forem julgados recursos no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo O Globo, a defesa pedia que Lula fosse solto e, para isso, alegou que o juiz Sergio Moro não poderia ter julgado o caso do tríplex do Guarujá, já que ele não tem relação direta com o esquema de corrupção na Petrobras.

Os advogados afirmam que o suposto crime de favorecimento do ex-presidente por meio de um apartamento pago pela construtora OAS deveria ser julgado no estado de São Paulo, e não em Curitiba.

O petista está cumprindo pena de 12 anos e 1 mês de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro.


Metro 1

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.