Programa Jovem Aprendiz na área rural contribui para saldo positivo de empregos



A Bahia gerou 4.151 postos de trabalho em março deste ano, como foi divulgado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Desse total, 1.230 oportunidades foram geradas pela agropecuária e o Senar Bahia deu sua contribuição para que o estado alcançasse esse saldo positivo. Através do Jovem Aprendiz na área rural, de janeiro a abril de 2018 foram contratados, por empresas parceiras do programa, 440 jovens. Desse número, 106 foram contratações apenas no mês de abril. Essas admissões aconteceram nos municípios de Rio Real, Sátiro Dias, Luís Eduardo Magalhães (LEM), Barreiras, Eunápolis, Juazeiro, Casa Nova, Teixeira de Freitas e Itamaraju.

O Jovem Aprendiz inclui, capacita e promove o desenvolvimento de pessoas com idade entre 18 e 24 anos, através da Formação Profissional Rural, ampliando as chances de ingresso no mercado de trabalho, com atividades monitoradas e ambiente protegido. O programa é realizado pelo Senar Bahia, com o apoio dos Sindicatos dos Produtores Rurais do estado.

O programa também acontece em parceria com empresas rurais, que efetuam a contratação dos aprendizes, para que eles vivenciam na prática o cotidiano do mercado de trabalho, uma espécie de estágio supervisionado, com assinatura da carteira de trabalho. Os jovens têm a oportunidade também de mostrar o seu potencial nas habilidades básicas (parte teórica do curso), e, em muitos casos, os que mais se destacam são efetivados pelas empresas ao final do curso.

“O jovem do meio rural precisa ter oportunidade e é através da educação profissionalizante oferecida pelo programa, que o Senar Bahia está ajudando a fixar essas pessoas no campo. Eles têm a chance de seguir uma carreira profissional e ao mesmo tempo não precisam migrar para os grandes centros urbanos, e nem deixar suas famílias. O setor agropecuário investe cada vez mais em tecnologias modernas, o que exige mão de obra qualificada para operacionalizar essa evolução, e esses jovens têm essa grande demanda à disposição”, afirmou a superintendente do Senar Bahia, Carine Magalhães.

Em maio, mais 107 jovens também terão suas primeiras assinaturas na carteira de trabalho, nos municípios de Casa Nova e Nova Viçosa. Em 2017, 674 jovens foram certificados e já estão aptos a atuar no mercado de trabalho. Os cursos ofertados pelo programa no estado são de Aprendizagem em Fruticultura; Supervisão Agrícola; Oleicultura; Cultura do Café; Auxiliar Administrativo e Financeiro; e Cultura da Cana-de-Açúcar.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.