OMS recomenda que vacina da dengue só seja aplica em quem já teve a doença



A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que a única vacina contra a dengue disponível no mundo só deve ser tomada por pessoas que já foram expostas ao vírus. Para ter certeza, a entidade recomenda que os pacientes façam exames antes de receberem o imunizante.

A recomendação da OMS veio após uma reunião de dois dias realizada em Genebra, na Suíça, onde especialistas da Organização das Nações Unidas (ONU) determinaram que a vacina "Dengvaxia", fabricada pelo laboratório francês Sanofi Pasteur, deveria ser tratada de “maneira mais segura”.

“Agora temos informações claras para recomendar que a vacina seja aplicada exclusivamente em pessoas já infectadas”, disse Alejandro Cravioto, chefe do Grupo de Especialistas em Aconselhamento Estratégico sobre imunização da OMS. Ele ainda afirmou que “as pessoas precisam ser testadas por meio de um sistema ainda não disponível”, mas, sente que “será desenvolvido nos próximos anos”.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), em novembro do ano passado, já havia recomendado que, quem nunca contraiu a dengue, não deveria se imunizar com a vacina. Uma pesquisa publicada pela organização em 2017, constatou que quando pessoas nunca contaminadas pela dengue anteriormente receberam o imunizante elas automaticamente ficaram mais propensas a desenvolver casos mais greves da doença.

Em nota, a Sanofi disse que eles estão “confiantes com a segurança do Dengvaxia e seu potencial provado para reduzir o fardo da doença da dengue em países endêmicos”. A empresa informou que “continuaria a trabalhar com a comunidade internacional de saúde pública e países endêmicos para garantir o melhor uso da vacina”.


Portal a Tarde

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.