LEM: Homem que engravidou enteada de 12 anos abusava da menina há 8 meses e diz que mãe era conivente


O homem de 31 anos que foi preso em Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia por estuprar a enteada de 12 anos, confessou, em depoimento à Polícia Civil, que abusava da adolescente. Segundo a polícia, ele disse, ainda, que o sexo com a adolescente era consensual e que a mãe da garota era conivente com o crime. A adolescente está grávida de cinco meses do padrasto.

De acordo com a Polícia Civil, João Carlos Souza da Cruz, revelou que os abusos começaram há cerca de oito meses. A mãe da adolescente foi ouvida nesta sexta-feira (18) e negou saber que a filha era estuprada. A polícia não detalhou se ela sabia da gravidez.

Apesar do relato da mãe, ela continuará sendo investigada pela polícia e, a depender do que apontarem as investigações, a mulher pode ser indiciada como cúmplice do companheiro. Ela tem outras duas filhas com João Carlos e é companheira dele desde que a vítima de estupro tinha quatro anos. De acordo com a polícia, a a adolescente foi registrada como filha de João.

A adolescente revelou os abusos e a gravidez durante uma palestra sobre estupro de vulnerável na escola da vítima, neste mês de maio. De acordo com a polícia, o Conselho Tutelar da cidade já suspeitava dos abusos do homem por conta de uma denúncia de um vizinho e, após a revelação da adolescente, o caso foi repassado à polícia.

A adolescente está sob cuidados do Conselho Tutelar de Luís Eduardo Magalhães.

g1 Bahia

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.