Estudo preliminar de projeto de requalificação do Centro Histórico é apresentado ao prefeito Zito Barbosa


Com uma verba de R$ 4 milhões, oriunda do Ministério do Turismo já empenhada, a Prefeitura de Barreiras vai fazer do Centro Histórico um lugar aprazível, valorizando a arquitetura centenária dos casarios e oferecendo aos cidadãos a possibilidade de visitação, caminhadas e lazer. Tais itens integram o estudo preliminar do projeto arquitetônico de requalificação de ruas, praças e logradouros do local, entregue nesta quarta-feira (30) ao prefeito Zito Barbosa pela equipe de arquitetas contratadas.

“Este estudo teve início ainda em 2012 quando fiz meu trabalho de conclusão de curso e apresentei na Itália, a partir daí, uma equipe composta por várias pessoas esteve e ainda está envolvida no projeto do Centro Histórico, sugerindo e fazendo avaliações constantes. E, enquanto estivermos construindo o projeto, vamos continuar acatando opiniões de qualquer cidadão que queira participar”, disse a coordenadora do estudo, arquiteta Luiza Carvalho.

Trata-se, de fato, de uma proposta participativa, prova disso é que na etapa preliminar do estudo mais de 350 pessoas contribuíram com ideias durante uma pesquisa de opinião feita por meio de um aplicativo de celular, também foram ouvidos e entrevistados comerciantes da área, usuários e a população em geral. Os dados coletados deram mais suporte para que o estudo ganhasse corpo e começasse a ser delineado um anteprojeto que será apresentado ao gestor, vereadores e entidades de classe.

“Esta revitalização é prioridade para nós. Hoje temos um Centro Histórico com um grande potencial mas pouco explorado que acabou se tornando queixa de comerciantes e da população. A proposta é ampla, com áreas específicas para circulação de pedestres, ruas compartilhadas, estacionamentos flexíveis que podem ser fechados aos finais de semana, iluminação cênica em prédios antigos, áreas verdes, entre tantas outras melhorias. Vamos fazer do Centro Histórico de Barreiras uma área turística, de visitação, compras e lazer, digna da Capital do Oeste”, disse o prefeito.

Integram a proposta, a requalificação da Praça Cel. Antonio Balbino (Praça 24 Horas), Praça Landulfo Alves, Mercado Cultural Caparrosa e seu entorno, e, a Praça São João Batista que apesar de não estar no estudo preliminar, receberá também um projeto próprio de reforma. A iluminação e o novo calçamento para o cais de Barreiras também compõem a proposta arquitetônica.





Ascom/ Prefeitura de Barreiras

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.