Com 10 votos por restrição, STF adia decisão de julgamento sobre foro privilegiado

Com 10 votos por restrição, STF adia decisão de julgamento sobre foro privilegiado
Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF
O Supremo Tribunal Federal (STF) adiou mais uma vez a conclusão do julgamento que deve restringir o direito ao foro privilegiado para deputados e senadores. A sessão desta quarta-feira (2) foi suspensa após o voto do ministro Ricardo Lewandowski. Entre os 11 ministros, dez já se posicionaram a favor de limitar o benefício. Contudo, sete apoiaram uma proposta do Luís Roberto Barroso, que tira do STF todos os processos por crimes cometidos fora do mandato e também aqueles não ligados ao cargo, mesmo durante o mandato. Os outros três votaram em uma proposta do ministro Alexandre de Moraes, que mantém no Supremo todos os processos de crimes cometidos durante o mandato, mesmo sem relação com a atividade parlamentar. Falta apenas o voto do ministro Gilmar Mendes para concluir a votação.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.