Unidade Móvel chega ao extremo-oeste do Estado e atende 375 pessoas na cidade de Formosa do Rio Preto



A Unidade Móvel de Atendimento da Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA chegou à cidade mais distante da capital baiana: cerca de 1.030 quilômetros separam Formosa do Rio Preto, no extremo-oeste, de Salvador. Para fazer jus à viagem tão longa, que durou cerca de quinze horas, nesta segunda e terça-feira, dias 9 e 10 de abril, 375 moradores aproveitaram cada minuto da presença da Defensoria na cidade e ainda tiveram direito à prorrogação. Nos dois dias, o atendimento foi estendido em mais de duas horas, devido à demanda.

“Só vocês para virem de tão longe para olhar por nós”, agradeceu a empregada doméstica Maria da Conceição Souza, 39 anos, que foi em busca de atendimento para conseguir marcar a cirurgia de redução da mama, que precisa ser feita com urgência e já está causando hipertrofia na coluna cervical. “Meu medo é ir parar em uma cadeiras de rodas, pois sinto muita dor, inchaço e tonturas. Preciso fazer esta cirurgia e, a vinda de vocês, trouxe uma esperança para mim, não tenho mais a quem recorrer no município”, contou a doméstica, que não conseguiu segurar as lágrimas durante o atendimento.

Quem também foi em busca de solução para o seu caso foi a estudante A.B.M.R., de 16 anos, que teve sua filha de dois meses levada pelo pai na semana passada. “Estou amamentando ainda e ela é muito pequena. Ele sempre dizia que ia levá-la e, agora, levou mesmo. É muito difícil para uma mãe passar por isso, minha gravidez foi de risco e ela precisou ficar 14 dias internada quando nasceu. Quero minha filha de volta, não vou desistir”, desabafou a estudante.

Dos 375 atendimentos registrados na cidade, 86 foram coletas de exames de DNA. Um dos primeiros a chegar foi o mecânico Wesley Samuel de Oliveira, 32 anos, que levou o suposto pai para realizar o exame e investigar a paternidade. “Já estávamos pensando em fazer, mas nunca procuramos. Hoje, a oportunidade veio em nossa porta. Vamos tirar essa dúvida para ficar tudo esclarecido”, contou ele, que já é pai e sua segunda filha nasceu há dois dias. “Já sou pai pela segunda vez e, agora, também vou ter um pai”, comemorou.


A Unidade Móvel da Defensoria continua no extremo-oeste baiano e a próxima parada, nos dias 12 e 13 de abril, será na cidade de Luís Eduardo Magalhães: o atendimento será realizado na Avenida Barreiras, nº 825, em frente ao estacionamento da Prefeitura, no centro, das 8 às 12h e das 13h30 às 16h.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.