SPRLEM realiza apresentação do Pró-Senar Leite no município de Angical



O Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães (SPRLEM) realizou na última terça-feira, 24, na comunidade de Tabatinga, em Angical (BA), município base do SPRLEM, a apresentação do programa Pró-Senar Leite, que tem o objetivo de melhorar a produtividade e rentabilidade do negócio rural, promovendo a formação profissional do produtor e do trabalhador rural, difundindo tecnologias, através da assistência técnica, visando o fortalecimento da cadeia produtiva atendida, além de promover o desenvolvimento econômico e social da família no campo.

Neste primeiro momento a equipe formada pelo coordenador de programas do Senar Bahia, Gabriel Menezes; o técnico do Senar, Jonas Cruz; pela mobilizadora de treinamentos e pelo gerente administrativo do sindicato de Luís Eduardo Magalhães, Marissi Ruschel e Ronei Pereira respectivamente, estiveram na localidade para apresentar aos produtores o programa.

De acordo com o coordenador de programas, Gabriel Menezes, o Pró-Senar é uma oportunidade de capacitar o homem do campo, melhorar a produção e obter maiores resultados.

Segundo o gerente administrativo do SPRLEM, Ronei Pereira, o sindicato de Luís Eduardo Magalhães, que abrange oito municípios da região Oeste, nesta gestão buscou estar mais próximo dos municípios bases.

“É gratificante para nós podermos ir até vocês para capacitar o produtor. Nosso propósito é que vocês tenham, por meio do programa, um ganho bem maior em suas propriedades. Com o Pró-Senar Leite vocês terão maiores oportunidades. Temos casos de pessoas que participaram do programa, transformaram suas propriedades e consequentemente mudaram suas condições de vida. Este resultado é gratificante para nós e é esse resultado que queremos ter aqui também. Para isso precisamos que todos tenham um compromisso muito grande, que iniciem o curso e se dediquem. O que posso afirmar para cada um de vocês é que o retorno que todos terão com certeza melhorará a vida de cada um e de suas famílias”, ressaltou Ronei.

Para participar do Programa Pró-Senar Leite, 30 produtores da comunidade terão que participar inicialmente do Negócio Certo Rural, onde as famílias com ferramentas simples de gestão irão aprender a desenvolver e melhor administrar a pequena propriedade rural.

O programa tem 46 horas, sendo 2 horas de consultoria na sala de aula e 4 horas de consultoria na propriedade (de forma individual). Após esta primeira fase, serão selecionados os produtores que participarão do Pró-Senar Leite.

Para o produtor Guilherme dos Santos Mendes, que contribuiu na mobilização dos moradores e produtores da comunidade de Tabatinga, o curso ofertado pelo Senar através do Sindicato de Luís Eduardo Magalhães é uma oportunidade de capacitação dos produtores dessa localidade.

“Aqui temos uma boa produção de leite, também comercializamos o queijo para cidades próximas, e o que queremos é nos capacitar para melhorar e aumentar a nossa produção”, ressaltou Guilherme.


Fonte: SPRLEM

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.