Preso que aguardava julgamento por cinco homicídios é solto por engano no oeste da Bahia



Um homem que estava detido no Conjunto Penal de Barreiras, oeste da Bahia, onde aguardava julgamento por cinco homicídios, foi solto por engano. Joel Miranda Macedo de Souza, de 20 anos, foi autuado por crimes cometidos em Luís Eduardo Magalhães, cidade vizinha a Barreiras.

A soltura equivocada aconteceu no sábado (7), mas o caso só se tornou público na segunda-feira (9), quando o juiz criminal de Luís Eduardo, Claudemir Pereira, emitiu um alvará de recaptura, onde esclarece que o réu foi solto de forma equivocada e deveria estar preso.

A Vara Crime de Luís Eduardo informou que os cinco processos eram julgados de forma separada e Joel acabou sendo absolvido por um deles, o que levou à libertação equivocada. Mesmo sendo inocentado por um dos crimes, ele deveria permanecer preso por conta dos outros quatro processos.

Joel estava preso desde 2016 e é considerado um indivíduo perigoso pela polícia. Ele é procurado para ser levado de volta ao presídio.

O G1 tentou contato com a direção do Presídio de Barreiras, mas, até a publicação desta reportagem, não conseguiu. A Secretaria de Administração Penitenciária do Estado da Bahia (Seap) que ficou de se pronunciar sobre o caso.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.