Prefeitura de Barreiras e Sindicatos dão continuidade ao debate sobre reajuste salarial


A semana foi de negociação e debate entre os sindicatos que representam as categorias profissionais dos servidores e a Prefeitura de Barreiras. Dirigentes do SIND-ACS, SINDSEMB e SINPROFE se reuniram nos dias 04 e 05, com a secretária de administração e planejamento, Versiany Roque, o procurador adjunto Bruno Almeida e demais técnicos do município, para discutir as propostas de reajuste que serão apresentadas às categorias nas assembleias dessa semana.

Após ouvir as reivindicações das categorias e verificar os impactos financeiros e orçamentários, o município apresentou a proposta de reajuste de 7% para os profissionais do magistério, com reflexos a partir do mês de abril, devendo a data-base ser fixada este mesmo mês. Com relação aos servidores civis, aos agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias, o município apresentou proposta de reajuste de 3%, também com reflexos a partir do mês de abril, e fixação da data-base para o mesmo mês. Segundo Versiany Roque, os valores forma estabelecidos respeitando o limite prudencial orçamentário da receita pública municipal, em atenção à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Os representantes sindicais se comprometeram a levar as propostas às categorias, a quem cabe a decisão final pela aceitação ou não das propostas. A secretária de administração fez ainda o compromisso de discutir com a equipe técnica e com gestor municipal a possibilidade de aplicação retroativa do reajuste, com efeitos desde janeiro deste ano, com o fracionamento dos valores relativos aos meses de janeiro a março.

“Estamos abertos a discutir as receitas, os gastos, tudo da forma mais transparente possível e esclarecer qualquer dúvida que possa surgir. Levaremos também a proposta feita pelos sindicatos de pagamento do retroativo dos servidores civis, agentes de saúde e endemias, ao prefeito”, disse a secretária municipal de administração.

A necessidade da mudança da data-base para o mês de abril também foi uma das proposituras feitas pelo Executivo. O objetivo é garantir um planejamento com base nos dados reais do primeiro trimestre de cada ano. “Tudo que foi apresentado aqui será discutido e deliberado com os servidores em assembleia”, disse a presidente do SINDSEMB, Carmélia da Mata, tendo sido este o mesmo posicionamento dos demais representantes sindicais presentes na reunião.

O posicionamento das categorias será discutido em uma nova reunião, previamente marcada para terça-feira, dia 10.






COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.