Morre, aos 88 anos, ex-ditador boliviano Luis García Meza


Morre, aos 88 anos, ex-ditador boliviano Luis García Meza
Foto: Reprodução / Clarín
Após sofrer sucessivas paradas cardíacas nos últimos meses, o ex-ditador bolioviano Luis García Meza veio a óbito neste domingo (29). Ele morreu com 88 anos, em um hospital militar na cidade de La Paz, em decorrência de uma obstrução respiratória. "Esses infartos de maneira prolongada e contínua acabaram com a vida dele hoje, na madrugada", informou o advogado de Meza, Frank Campero, responsável por confirmar a notícia à imprensa. Em 1995, o Brasil extraditou Meza à Bolívia, onde ele foi condenado a 30 anos de prisão pelos crimes cometidos em sua ditadura, que matou vários dirigentes de esquerda. De acordo com a publicação, ele deveria cumprir pena no presídio de segurança máxima de Chonchocoro, mas, com suas doenças cardíacas, passou os últimos cinco anos detido no hospital. Em janeiro do ano passado, o ditador chegou a ser condenado a prisão perpétua pelo Tribunal de Roma.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.