Luís Eduardo Magalhães terá o seu Hospital Municipal







Um antigo anseio da população de Luís Eduardo Magalhães será concretizado em breve, o hospital municipal. A unidade hospitalar terá 110 leitos no total, sendo 20 unidades de tratamento intensivo, além de equipamentos de última geração e a obra está orçada em R$ 30 milhões.

Os recursos, segundo explicou o prefeito Oziel Oliveira, serão conseguidos junto ao DesenBahia, a partir de autorização concedida pelos vereadores, o que deverá acontecer nos próximos dias.

O anúncio do projeto aconteceu na manhã deste sábado (30), com as presenças também de servidores da Saúde, vereadores, secretários e imprensa. A apresentação ficou a cargo da secretária estadual de Desenvolvimento Urbano, Jusmari Oliveira.

O secretário municipal de Saúde, Felipe Melhem, agradeceu a todos pelo apoio. Ele explicou que a ideia é fazer um complexo de saúde próximo à Unidade de Pronto atendimento (UPA). Nos próximos dias serão inaugurados o Laboratório Central, a Casa se Passagem e também a nova sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), por exemplo.

“Vamos reformar e ampliar a UPA que passará para o porte 2, com estrutura mais ampla e conectada ao hospital”, antecipou o secretário.

O presidente da Câmara Municipal, vereador Renildo Neri, afirmou que o povo anseia há anos pelo hospital. “Nós vereadores vemos de perto as dificuldades da população. Vamos resolver a maioria desses problemas como a regulação para outros municípios em casos de cirurgias mais complexas. Estamos à disposição, prefeito”, frisou.

O vice-prefeito, Vanir Kolln considera a construção do hospital como conquista. “Sem saúde, educação e segurança não vamos para frente. Não vai atender apenas a Luís Eduardo, mas a microrregião”, falou.

Já o vereador Kelmuth Maclaren considera que o município vive um bom momento, com a iluminação da BR, a construção das três passarelas e agora o projeto do hospital, além do projeto para o aterro sanitário. “Todos sabemos das dificuldades, mas a nossa está ficando ainda melhor também para a nossa saúde”, comemorou.

Durante seu pronunciamento, o prefeito Oziel Oliveira revelou estar muito feliz. “Lutamos muito para melhorar as condições da cidade. Estamos colocando as peças para funcionar em 1 ano e 3 meses de mandato e começando a colher os frutos do trabalho. Isso é emancipação: fazer as grandes obras. A instalação do hospital é sonho de muito tempo. Agradeço ao governo do Estado pelo apoio na concretização deste projeto”, frisou.

A construção do hospital municipal envolve diretamente o impacto no meio ambiente. O projeto do aterro sanitário já está em andamento na secretaria municipal responsável. Outro projeto destacado pelo prefeito é a construção da casa de parto normal, programa que o ministério da Saúde preconiza e também integrará o complexo de saúde em Luís Eduardo Magalhães. Feliz, a secretária estadual de Desenvolvimento Urbano, Jusmari Oliveira, afirmou que construir um hospital municipal é um desafio para um governo estadual, federal. Esse projeto reforça a coragem do nosso prefeito. Vai ter o comando do município e será do tamanho dos hospitais regionais. O governo do estado vai colocar todos os equipamentos. É um projeto diferente de parceria”, explicou.

Para breve, o Plano Municipal de Destinação de Resíduos Sólidos de LEM será construído com apoio técnico da Sedu. “O projeto do hospital foi planejado para uma futura ampliação. Nenhum outro município tem hospital municipal com esse porte. Só regional ou estadual”, finalizou.

O projeto do hospital municipal foi acompanhado e aprovado pela secretaria estadual de saúde.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.