Comunidade de Cabeceira do Salto em São Desidério recebe os trabalhos de recuperação de nascentes e educação ambiental





Educação ambiental é um processo responsável por formar indivíduos preocupados com os problemas ambientais e que busquem a conservação e preservação dos recursos naturais e a sustentabilidade, considerando essa temática a Prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo (SEMATUR), e em parceria com a Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA) e a Associação Baiana dos Produtores de Algodão (ABAPA), realizou na última sexta-feira, 20, na comunidade de Cabeceira do Salto uma recuperação de nascente, dessa vez os trabalhos foram de cercamento e palestras educativas para estudantes e moradores da comunidade.


Durante esta ação é estabelecido um diálogo entre o poder público e a comunidade local para que os mesmos compreendam a importância da preservação dos bens naturais. “A educação ambiental é um processo de reconhecimento de valores e de conceitos, objetivando o desenvolvimento das habilidades e modificando as atitudes em relação ao meio ambiente, para entender e apreciar as inter-relações entre os seres humanos, suas culturas e seus benefícios”, disse o professor Wilian Neri.


“Os nossos trabalhos têm como objetivo crucial a recuperação de nascentes que varia em média de umas 300 em nosso município, nessa nascente da comunidade de Cabeceira do Salto concluímos o cercamento ao redor da Área de Preservação Permanente (APP). É importante que os moradores saibam que os cortes intensivos das florestas nativas, as queimadas, pastoreio intensivo e dentre outras atividades podem acabar com as nascentes. Gostaria de destacar também a parceria e mobilização da comunidade que foram fundamentais para realização dessas atividades”, assegurou o secretário da SEMATUR, Joacy Carvalho.


A bióloga Edyany Kellen alertou a comunidade acerca da importância de preservar o meio ambiente e passou algumas dicas. “É importante reutilizar água, basta criar maneiras de aproveitar melhor no nosso dia a dia, como reutilizar a água da máquina de lavar, armazenar a água da chuva, diminuir o tempo de banho, não deixar a torneira pingando e dentre outros”, frisou.

Ascom/São Desidério

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.