Caravelas: Funcionário de igreja acusado de estupro contra coroinha é afastado


Caravelas: Funcionário de igreja acusado de estupro contra coroinha é afastado
Foto: Reprodução / Google Maps

Acusado de estupro, um funcionário de uma igreja em Caravelas, no extremo sul baiano, foi afastado da paróquia. Por conta da suspeita do crime, um coroinha, de 13 anos, teria contraído sífilis. Segundo o G1, o homem também é investigado por outro caso de estupro. Conforme a Polícia, o garoto, que denunciou o caso, disse que outro adolescente também sofre estupro pelo mesmo acusado. O delegado Gilvan de Meireles Prates, titular da Delegacia de Caravelas, declarou que o outro menor negou os abusos. Um exame feito neste segundo garoto ainda não teve o resultado divulgado. A paróquia de Teixeira de Freitas, responsável pela igreja de Caravelas, afirmou que o acusado foi afastado assim que o caso foi divulgado. Na nota, a paróquia diz também que o agressor tem deficiência mental e era contratado para ajudar em missas, sem nenhuma função de direção na igreja. O delegado disse que vai ouvir o responsável da igreja pela contratação do funcionário. Em depoimento, o suspeito também confirmou que tem sífilis. A denúncia contra o acusado foi feita no dia 12 de março, depois que a sífilis foi descoberta no garoto.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.