Câmara aprova reajuste de 2,95% para os professores municipais de São Desidério



A Câmara de São Desidério aprovou na quarta-feira, 11, o Projeto de Lei nº 01/2018, de autoria do Poder Executivo Municipal, que concede reajuste de 2,95% no salário base dos profissionais do Magistério Público Municipal do município, retroativo a 1º de janeiro. O projeto foi aprovado por 8 votos a 3.
Durante quatro sessões ordinárias e uma extraordinária, os professores, representados pela APLB, através da presidente Keliane Menezes, reivindicaram o aumento de 6,81%, sugerido pelo MEC.
Todos os legisladores sempre enfatizaram o merecimento deste percentual para a classe, mas a maioria afirmou que o município, no momento, não pode conceder o acréscimo reivindicado, pois impactaria no índice prudencial de gasto com pessoal de 54%, com base na Lei de Responsabilidade Fiscal, nº 101/00.
Além dos edis João Neres de Carvalho, Edilson da Costa e Devanir Figueira, o presidente Marusan Fereira, apesar de não poder votar, exceto se houvesse empate, declarou ser favorável ao repasse imediato de 6,81% à categoria. Segundo ele, os educadores têm seu total apoio.



Ascom/Câmara de São Desidério

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.