Produtores rurais integram atividades da Semana da Água no Oeste da Bahia





Os produtores rurais do oeste da Bahia, por meio da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) apoiaram as atividades em alusão ao Dia Mundial da Água, celebrado na última quinta-feira (22). Em Barreiras, as entidades foram parceiras do evento organizado pela Prefeitura de Barreiras, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Turismo, Embasa e Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), que levou mesa redonda e palestras para estudantes de faculdades e de ensino fundamental sobre o uso racional e sem desperdício de água, além de plantio de mudas.

Com o tema “Soluções naturais para a água: desafios atuais na gestão de recursos hídricos”, a programação continua nos dias 2, 3 e 4 de abril, quando os agricultores baianos, por meio da Abapa e Aiba, promovem a capacitação com os técnicos que vão trabalhar na recuperação de 25 a 50 nascentes de Barreiras. Ao participar da ação na escola do bairro Santa Luzia, a diretora de meio ambiente da Aiba, Alessandra Chaves, acredita na importância da mensagem de cada um fazer a sua parte para preservar o meio ambiente, tendo a escola um importante ambiente de transformação e ampliação de conhecimento.

“Ações com estas são muito importantes para a sustentabilidade ambiental, e ressalta que os agricultores estão cumprindo a legislação, preservando áreas de Reserva Legal, Áreas de Preservação Permanente (APP´s), estão investindo na recuperação de nascentes e no amplo diagnóstico do aquífero Urucuia, trabalho feito em parceria com o governo do Estado da Bahia e a Universidade de Federal de Viçosa e a Universidade de Nebraska”, afirma.

Também na quinta-feira (22), o diretor-executivo da Abapa, Lidervan Morais, e a engenheira agrônoma da Aiba, Glauciana Araújo, participaram das atividades do Dia Mundial da Água em São Desidério. Na oportunidade, foram ministradas palestras sobre “O potencial hídrico do oeste baiano” e “Uso consciente da água”. Para Lidervan Morais, estes eventos reforçam a preocupação dos moradores destas cidades para a preservação da água. “Para os agricultores, a questão da água, independente da escala de produção, é também vista como fundamental. Além da recuperação as nascentes em parceria com as prefeituras, há trabalho desenvolvido pelo programa Patrulha Mecanizada da Abapa como a execução das “barraginhas” nas estradas, evitando o assoreamento das nascentes, córregos e rios, além de modernas técnicas de irrigação que minimizam o uso da água nas lavouras”, reforça.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.