Prefeitura de São Desidério entrega casa popular para família no distrito de Sítio Grande






O Dia Internacional da Mulher ficará marcado na memória de Tânia Cruz da Guarda, moradora do distrito do Sítio Grande, distante 15 km da sede. Mãe de três filhas, ela recebeu na quinta-feira, 08, a chave de uma casa nova da Prefeitura Municipal. A entrega contou com a presença do vice-prefeito Zé Barbosa e do secretário de Administração, João Antônio Linhares.

A família que sempre morou de aluguel era beneficiária pelo programa de Auxílio Aluguel, mas, sempre nutriu sonhos e esperanças de um dia entrar em sua casa própria. “A minha vida foi marcada por sofrimento, sem casa, sofrendo humilhações nas casas alheias. Hoje choro de emoção. Estou muito feliz, pois hoje é um dia de comemorar uma nova vida. Quantos anos passei cuidando das minhas filhas sozinha, morando de aluguel, agora eu posso dizer que tenho uma casa de verdade. Primeiramente agradeço a Deus, depois a esta gestão que olhou pra gente”, disse, Tânia Cruz da Guarda.

“Este programa é um dos mais bonitos que existe nesta gestão, pois visa beneficiar as famílias que não possuem uma moradia digna. Por que é inadmissível que em pleno século 21 ainda existam pessoas vivendo em condições sub-humanas. Em 2017 construímos 45 casas, agora em 2018 serão mais 100 e até o final deste mandato tiraremos 300 famílias do sofrimento, pois é nossa obrigação trabalhar para a melhoria de vida do nosso povo”, assegurou o vice-prefeito Zé Barbosa.

As famílias selecionadas foram avaliadas através do diagnóstico socioterritorial desenvolvido pelas equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social, que devem atender aos critérios estabelecidos, sendo prioridade as famílias que vivem em situação de risco e/ou vulnerabilidade, não ter renda, e também a existência de algum membro familiar ser portador de alguma doença crônica, como é o caso de dona Tânia que é portadora de diabetes e hipertensão causadas pela obesidade mórbida. “A nova casa que é adaptada para minha condição, me trará mais conforto e possibilidade de locomoção. Posso andar dentro da minha casa em segurança”, disse Tânia.

Ascom/São Desidério

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.