Jusmari Oliveira, Zito Barbosa e presidente do Desenbahia vistoriam obras em Barreiras



As obras de pavimentação e macrodrenagem dos bairros Morada da Lua, Vila Juri e Loteamento São Paulo foram vistoriadas na tarde desta sexta-feira (02), em Barreiras, pelo presidente da Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), Otto Alencar Filho, a secretária de desenvolvimento urbano da Bahia, Jusmari Oliveira, e o prefeito Zito Barbosa. Eles percorreram algumas ruas, conversaram com moradores e verificaram detalhes do projeto.

Com investimentos da ordem de R$ 18 milhões, captados junto ao Desenbahia, após a conclusão a obra vai beneficiar uma população estimada em mais de 30 mil pessoas. “O Governo do Estado está ajudando a realizar um sonho antigo dos moradores desses bairros. É uma realização enorme, que começou com a instalação da rede de esgoto, anos atrás. Isto possibilitou que a cidade recebesse o investimento para a pavimentação e macrodrenagem, dando continuidade à urbanização que será fundamental para a melhoria da qualidade de vida do povo desses três bairros”, disse Jusmari Oliveira.

O prefeito Zito Barbosa explicou, durante a vistoria, as intervenções feitas na área e os resultados alcançados: “O presidente Otto Alencar Filho, da Desenbahia, teve a oportunidade de ouvir os moradores, que estão satisfeitos, porque a obra já melhorou muito a situação das ruas e diminuiu o sofrimento das pessoas. Nós vamos precisar do apoio do governo na aprovação da mudança do projeto para ampliação da galeria, que é a principal parte da macrodrenagem”, comentou. O gestor disse ainda que, até o momento, foram aplicados pouco mais de R$ 5 milhões e que ainda tem muito a ser feito até o fim do prazo de 18 meses, determinado para a conclusão dos trabalhos.

“O problema da inundação das casas foi resolvido com o investimento na macrodrenagem. Conversei diretamente com os moradores, que foram unânimes na afirmação. Ainda falta a aplicação de R$ 13 milhões, mas esses recursos estão assegurados. Até o fim do ano os trabalhos devem ser concluídos”, afirmou Otto Alencar Filho, que assinou em 28 de março de 2017, junto ao governador Rui Costa, o contrato para viabilização da obra. Sobre a ampliação das galerias, ele disse que vai avaliar, mas que não vê problemas: “É apenas uma alteração pontual, que tem lógica, e vai melhorar ainda mais capacidade de drenagem de águas que vêm de outros bairros”, finalizou.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.