Criança espancada pelo pai tem morte cerebral



O bebê de dois meses que foi espancado pelo próprio pai na noite do dia (22), em Águas Claras, teve morte cerebral confirmada no início da tarde de ontem (23). Edvaldo Rodrigues de Brito, de 24 anos, foi preso na noite do dia (22), após chegar com o bebê em estado grave ao Hospital Eládio Lassere, em Cajazeiras, com sinais de violência.

Segundo informações da polícia, em depoimento, o acusado disse que estava sozinho quando a criança começou a chorar. “Ele contou que começou a jogar a criança para cima e, na terceira vez, já notou o filho mole e desfalecido”, disse o delegado que investiga o caso

No hospital, Edvaldo relatou outra versão aos médicos ao apresentar a criança, contando que o bebê havia apresentado mal estar após tomar um medicamento, no entanto, a pediatra que realizou o atendimento percebeu que o bebê tinha sido vítima de violência e, de imediado, acionou o posto policial do hospital.

Guarnições da 3ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Cajazeiras) foram até o hospital e conduziram Edvaldo até a Central de Flagrantes onde confessou a agressão. “Durante o depoimento, além de assumir que estava incomodado com o choro, disse também que tentou matar o filho porque está desempregado”, declarou o delegado.

Autuado por tentativa de homicídio, Edvaldo encontra-se custodiado e aguarda a audiência de custódia. Ainda segundo o delegado, se a criança não resistir, o criminoso será autuado por homicídio.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.