Campanha Municipal de Combate à Violência contra a Mulher realiza debate sobre Empoderamento Feminino em São Desidério


O rosto estampado na faixa lembra a terrível face da violência contra a mulher. Dalva, como era conhecida, participava do Grupo de Mulheres do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Ela foi brutalmente assassinada há um ano, as colegas do grupo fizeram camisas e faixas pedindo justiça e lutando para que isso não aconteça com outras mulheres.

“Nos organizamos para fazer essa homenagem e também para dizer que não aceitamos que outras mulheres passem por situações de violência, nunca vamos esquecer o que aconteceu com ela, que esse seja o último caso, estamos unidas em busca de proteção”, comenta Edivânia Maria dos Santos.

Na tarde de ontem, quarta-feira, elas participaram de um encontro organizado pela Secretaria de Assistência Social (SAS) de São Desidério por meio da Campanha Municipal de Combate à Violência Contra a Mulher. Em uma roda de conversa com a assistente social da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), Elisabete Ribeiro, elas debateram os tipos de violências e os direitos da mulher, como se proteger e ajudar quem sofre violências.

“É necessário que as mulheres conheçam esse assunto, muitos comportamentos de violência são vistos como algo natural ou cultural, algumas mulheres não conseguem se perceber como vítimas, por isso precisamos alertá-las ajudando a identificar os comportamentos e mostrando que elas não estão sozinhas”, avalia Elisabete.

A programação da Campanha segue com intensidade durante todo o mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, 8 de março. “Esse assunto será tema de vários trabalhos dos equipamentos da Assistência, temos uma programação intensa mostrando a importância do empoderamento feminino na busca de respeito aos direitos tão duramente conquistados, nenhuma Dalva a menos como diz a faixa”, revela a secretária da SAS, Vandreia Mendes.

Hoje à tarde o encontro segue com o Grupo de Mulheres do Alto do Cristo, às 19h30 uma roda de conversa com mulheres de vários seguimentos sociais no Centro Cultural em parceria com a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, no domingo dia 11 no Eco Bike Feminino uma intervenção com as participantes e na quarta-feira dia 14, um encontro destinado aos homens.





COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.