Temer prova à Previdência Social que está vivo e volta a receber aposentadoria


Temer prova à Previdência Social que está vivo e volta a receber aposentadoria
Foto: Alan Santos / PR
Depois de ser dado como morto pela Previdência Social, o presidente Michel Temer (MDB) comprovou à SPPrev, que é responsável pelas aposentadorias dos funcionários públicos de São Paulo, que está vivo. Assim, o emedebista voltou a ter direito ao salário bruto mensal de R$ 45.055 como procurador aposentado. Mas, segundo informações do UOL, com a adequação ao limite do teto constitucional, o rendimento do presidente cai para R$ 22.100. Desde o último mês de outubro, ele não recebe o valor porque não fez a "prova de vida", que consiste em comparecer à Previdência no mês do aniversário para provar que ainda deve receber o benefício. De acordo com a publicação, com o procedimento feito em janeiro, Temer já recebeu os valores acumulados, além do 13º salário.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.