Sema dialoga com movimentos sociais em Correntina


Na quarta-feira (17), o secretário estadual do Meio Ambiente, Geraldo Reis, reuniu-se com lideranças de movimentos sociais e ambientais e com representantes de agricultores e ribeirinhos, no município de Correntina, para tratar dos conflitos por recursos hídricos na região. Participaram cerca de 30 pessoas, entre representantes da Comissão Pastoral da Terra, do Movimento dos Atingidos por Barragens, agricultores de fundo e fecho de pasto, representantes de povos e comunidades tradicionais locais, além da promotora do Ministério Público da Bahia, Luciana Khoury.

No encontro, o secretário Geraldo Reis informou sobre intervenções que serão feitas pela Sema e Inema na região, a exemplo do Cadastro do Usuário de Água, os Planos de Bacia dos rios Grande e Corrente e a implantação de medidores de vazão dos rios, “ações que vão oferecer um conjunto de dados relevantes para o maior cuidado com a água no cerrado baiano”.

“Essas ferramentas são um passo inicial que demonstram nossa vontade de caminhar junto. São instrumentos que vão nos dar a possibilidade de fazer a gestão dos recursos hídricos a partir de dados técnicos fidedignos e atuais. Contudo, compreendemos que são ações restritas à questão hídrica, que não pretendem dar conta da complexidade do contexto em que se encontra o cerrado baiano hoje”, sinalizou o gestor.

O secretário realizou a escuta dos agricultores, que reforçaram a “importância da visita de um secretário de estado para conhecer de perto a nossa realidade” - disse um deles. Eles explicitaram preocupações com a questão ambiental, em especial com a preservação das nascentes e das áreas de recarga, com a questão fundiária e outras.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.