Motoristas já podem tirar CNH digital a partir de 1º de fevereiro



Por Yuri Abreu

A partir da próxima quinta-feira, dia 1º de fevereiro, condutores de todo o Brasil que não quiserem andar com a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em mãos, poderão utilizar o celular para ter acesso ao documento através da versão digital em celulares e em tablets. Trata-se da CNH Digital e que terá o mesmo valor jurídico que a impressa.

Atualmente, a CNH-e, como também é conhecida, já adotada por oito estados, além do Distrito Federal: Acre, Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Roraima, Rio Grande do Sul e Tocantins. A consulta é feita por meio de um aplicativo gratuito disponível para Android e iOS: o “CNH Digital”, aplicativo do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e desenvolvido pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) – importante ficar atento a esse detalhe para não baixar falsos aplicativos.

O documento só poderá ser emitido para quem tem a nova Carteira – emitida a partir de maio de 2017 –, com QR Code, um código específico para ser lido por aparelhos eletrônicos. Ele existe na parte interna das carteiras de habilitação. Já quem tem a versão antiga, precisará pedir uma segunda via ou renovar a impressa para, então, solicitar a digital. Não é necessário esperar a CNH vencer para renová-la.

Com relação a custos, o Detran informou que a cobrança de possíveis taxas para emissão da CNH digital ficará a cargo dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans) – no nosso caso, o Detran baiano. São eles que determinam atualmente os valores das taxas da CNH impressa, que variam de estado para estado.

De acordo com uma portaria do Governo do Estado, de 21 de dezembro de 2017 – e que passa a valer a partir do dia 23 de março deste ano – a primeira habilitação eletrônica terá o valor de R$ 95 (a permissão impressa custará R$ 190). Já a renovação da CNH-e terá o custo de R$ 80, contra R$ 159 da renovação impressa. A reportagem da Tribuna da Bahia entrou em contato com o Detran-BA para saber mais detalhes acerca da carteira digital no estado, mas não obtivemos resposta até o fechamento desta edição.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.