Desembargador manda prender policiais que colaborarem com greve no RN


 

Desembargador manda prender policiais que colaborarem com greve no RN
Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil
Os policiais militares e civis que se posicionarem a favor da continuação da greve que está acontecendo no Rio Grande do Norte poderão ser presos. Segundo o site IG, a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte teria informado que a decisão foi determinada pelo desembargador Claudio Santos. A ordem é para que os responsáveis pelas polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros prendam os integrantes da segurança pública que sejam pegos em flagrante promovendo, incentivando ou colaborando com a continuação da greve por meio dos meios de comunicação. Os agentes que forem detidos serão indiciados pelos crimes de insubordinação, desobediência ou motim - em caso de PMs. Os processos deverão ser acompanhados pela secretária estadual de Segurança Pública, a delegada Sheila Freitas e o prazo máximo para a conclusão dos eventuais processos será de 30 dias. Além disso, o desembargador também decidiu que os salários devem ser pagos até esta terça-feira (2) pelo secretário estadual de Planejamento e Finanças, Gustavo Nogueira. Os policiais estão reivindicando o pagamento dos salários regulares e do décimo terceiro, que estão com atraso. Na sexta (29), o governo do Rio Grande do Norte realizou o pagamento dos servidores que ganham até R$ 4 mil referente ao mês de novembro, porém a ainda estão pendentes os vencimentos de dezembro.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.