‘Acabaram com a minha vida’, lamenta mãe de bebê morto em atropelamento no Rio


‘Acabaram com a minha vida’, lamenta mãe de bebê morto em atropelamento no Rio
Foto: Reprodução/ TV Globo
“Acabaram com a minha vida”. Esta foi a frase usada por Niedja da Silva Araújo para resumir seu sentimento diante da morte da filha Maria Louise Araújo Azevedo, de oito meses. A criança foi vítima de um atropelamento ocorrido na quinta-feira (18), na Praia de Copacabana. Niedja, além de outras 16 pessoas, também ficaram feridas depois de Antonio Almeida Anaquim, de 41 anos, invadir o calçadão e parar somente na areia. “Aquele desgraçado acabou com a minha vida, acabou com a vida da minha filha, meu bebê. Eu não me conformo! Minha filha linda, que eu quis muito. Ia completar nove meses na quinta-feira. Eu quero justiça, e eu vou lutar por justiça. Minha filha só era um bebê, um bebê vítima da imprudência desses filhos da puta que saem dirigindo e não têm cuidado. Eu vou correr atrás, porque eu não vou deixar a minha filha desse jeito. Tirar ela assim de mim desse jeito, não vou deixar. Quero justiça, quero justiça, eu não vou deixar”, disse, chorando muito, de acordo com o jornal O Globo. Ela contou, ainda, que não se recorda do acidente. "Foi tudo rápido. Eu só lembro quando eu estava já no chão. Eu não vi mais nada", relatou. A família foi ao Instituto Médico-Legal (IML) tentar a liberação do corpo, mas Niedja não conseguiu sair do carro, pois estava sentindo muitas dores. Ela recebeu alta do hospital ainda esta manhã. A família informou que a certidão da criança molhou em uma chuva e rasgou. Um novo documento terá que ser tirado para fazer a liberação.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.