Serrinha: Marido confessa ter matado grávida por suspeitar de paternidade de criança




O homem acusado de matar a esposa, grávida de oito meses, em Serrinha, na região sisaleira, foi preso na noite deste domingo (17). Adilson Prado Lima Júnior, de 25 anos, confessou ter matado Daiane Reis Mota, também de 25 anos, com quem mantinha uma união estável. À Polícia, ele disse que suspeitava que o filho que a companheira esperava não era dele. Segundo o Acorda Cidade, a vítima iria realizar um parto cesárea nesta segunda-feira (18). A jovem estava desaparecida desde o sábado (16). Ela foi encontrada morta na manhã deste domingo (17). O corpo foi visto por um grupo de ciclistas em um matagal, perto do povoado Barra do Vento. Ainda segundo o site, o corpo da gestante foi achado de barriga para baixo e apresentava uma perfuração de arma de fogo na nuca. O acusado revelou também sentir ciúmes da mulher. Daiane tinha um filho de três anos de um relacionamento anterior. Devido à comoção, populares se dirigiram à casa do pai do acusado para tocar fogo na residência, ao suspeitarem que ele tinha acobertado o filho.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.