Juazeiro: Amigos e familiares de Beatriz vão às ruas para lembrar 2 anos de crime




Familiares e amigos foram, neste domingo (10), às ruas de Juazeiro, no Sertão do São Francisco, e em Petrolina, já em Pernambuco, para cobrar justiça pelo caso da morte da menina Beatriz. Nem mesmo a chuva impediu o protesto. A garota foi morta em dezembro de 2015 , em uma escola particular de Petrolina, cidade vizinha a Juazeiro. Desde então, o caso continua sem desfecho. Conforme o G1, o grupo iniciou a caminhada por volta das 8h50. Munidos de faixas e cartazes, a caminhada chamou a atenção para o caso que até o momento não resultou em prisão de suspeitos. Para o pai da menina, Sandro Romilton, o momento ainda é “muito difícil”, mas a data de dois anos não poderia “passar em branco”. A mãe da menina, Lúcia Mota, disse que tem esperança na identificação do crime. A garota foi morta com 42 facadas dentro de um dos mais tradicionais colégios particulares de Petrolina. No momento do crime, ocorria uma solenidade de formatura das turmas do terceiro ano da escola.

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.