Brincadeirinha de mau gosto: Samu de Salvador recebeu mais de 100 mil trotes em 2017; uma média de 273 por dia

Dados foram divulgados pelo serviço de atendimento nesta quarta-feira (27).

 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Salvador recebeu mais de 100 mil trotes entre janeiro e dezembro de 2017. O balanço foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) nesta quarta-feira (27). 
 
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o serviço recebe cerca de mil ligações diárias, e, destas, 30% são pedidos de socorro falsos. A média de trotes é de 273 por dia.

“O prejuízo causado no serviço é incalculável. Muitas vítimas podem deixar de ser atendidas, porque nossos profissionais estão com as linhas ocupadas com esse tipo de brincadeira de mau gosto. A situação é ainda pior quando deslocamos uma ambulância”, relatou o médico coordenador do Samu da capital baiana, Antônio Fernando. 

Ainda de acordo com o SMS, a maioria dos trotes recebidos pela central do serviço são realizados por crianças e adolescentes, quando, geralmente, estão em período letivo. 

“Normalmente eles ligam no período de saída da escola ou intervalo. Agora, que é época de férias, o número reduz bastante. No geral, os atendentes identificam facilmente. Fazemos trabalho educativo com palestras nos colégios, mas ainda recebemos um quantitativo muito grande de solicitações falsas", pontuou Antônio Fernando. 

Passar trote em qualquer serviço de emergência é crime em todo o Brasil. De acordo com o Samu, a lei federal contra o crime - Lei 9.472/1997 - estabelece prisão de um a seis meses, além de multa, para quem for pego em um falso chamado de socorro. 

G1 BA

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.