Contra reforma, centrais sindicais vão fazer greve nacional no dia 5


Foto: Reprodução
Contrárias à reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer, as centrais sindicais definiram ontem, em reunião na sede da Força Sindical em São Paulo, uma paralisação geral dos trabalhadores em nível nacional.


O protesto será realizado em 5 de dezembro, uma terça-feira, e foi articulado pelas principais entidades representantes dos trabalhadores no País, como a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), entre outras.


A definição da data ocorreu a partir de cálculos dos sindicalistas sobre o avanço da reforma na pauta de votação do Congresso. As entidades avaliam que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016, que propõe alterações nas regras previdenciárias, deve ir ao plenário da Câmara no dia seguinte à greve, 6 de dezembro

COMPARTILHAR

Publicado por:

Anterior
Proxima
Os comentários publicados aqui por você, são de sua inteira responsabilidade.