Formosa: Shows de Gustavo Braga e Dute do Acordeon encerram Festejos da comunidade de Canabrava 2019

Formosa: Shows de Gustavo Braga e Dute do Acordeon encerram Festejos da comunidade de Canabrava 2019




Os Festejos de Canabrava, povoado rural de Formosa do Rio Preto, foram encerrados na madrugada deste domingo (21) com os shows de Gustavo Braga e Dute do Acordeon. O evento festivo e de entretenimento é promovido pela Prefeitura de Formosa, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, e faz parte das comemorações anuais da comunidade, sempre realizadas no final da Quaresma.
Para o Prefeito Dr. Termosires Neto, “é uma manifestação cultural centenária e muito rica de significado e valores, por isso, a gestão valoriza e apoia a preservação dessa festa para que os reencontros com familiares, a celebração da fé, o esporte e o lazer promovam felicidade e bem estar para as pessoas”, destacou.
De acordo com os moradores, fazem parte da tradição, as atividades religiosas em honra a nossa Senhora da Conceição, com novenas, levantada e derrubada do mastro e também a programação festiva, com torneio de futebol e shows, reunindo um grande público de comunidades vizinhas e todo o município e conterrâneos que moram em outras cidades e retornam nesta época para participar dos Festejos.
Nasa fotografa asteroide que pode se chocar com a Terra

Nasa fotografa asteroide que pode se chocar com a Terra


A Nasa divulgou nesta segunda-feira (22) imagens detalhadas do asteroide Bennus. O corpo celeste é monitorado pela sonda OSIRIS-REx, lançada no final de 2016, que tem previsão para pousar no astro e coletar material para estudo no próximo ano.

A agência está buscando o maior número de informações, pois estima-se que a rocha espacial poderá colidir com o planeta Terra por volta do ano de 2135.

Bennus tem um diâmetro de aproximadamente 490 metros e tem sua órbita próxima à da Terra. Estes motivos tornam esse asteroide "potencialmente perigoso para o planeta".

Metro 1
Governo municipal de Formosa do Rio Preto promove curso de Cozinheiro Comercial

Governo municipal de Formosa do Rio Preto promove curso de Cozinheiro Comercial




A Prefeitura de Formosa do Rio Preto iniciou na manhã desta segunda-feira (22/04) e segue até o dia 26 o Curso de Cozinheiro Comercial, realizado através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Indústria e Comércio em parceria com as secretarias de Políticas Estratégicas, Programas e Projetos e de Assistência Social. A formação é ministrada pela Chef Rosa Gonçalves e tem a participação de funcionários de estabelecimentos gastronômicos da cidade e de usuários do Cras.

A iniciativa foi idealizada pela primeira-dama e secretária de Políticas Estratégicas, Ronúbia Setúbal, com o objetivo de inserir as pessoas no mercado de trabalho, qualificando a mão-de-obra e os serviços prestados no ramo da gastronomia no município, para a população e para os turistas, assim, gerando emprego e renda e aproveitando o ensejo para oferecer mais opções de pratos no período da XXXV Vaquejada, que acontece de 30 de maio a 02 de junho.

“Com ações integradas estamos investindo em incentivo e capacitação da mão-de-obra no município e auxílio para a organização do mercado e do empreendedorismo. É mais uma oportunidade para promover geração de renda e melhorar a vida das pessoas”, ressaltou Ronúbia.
3ª edição da Páscoa no Parque movimentou mais de 1 milhão em vendas de pescados, chocolates e alimentos

3ª edição da Páscoa no Parque movimentou mais de 1 milhão em vendas de pescados, chocolates e alimentos



Com a proposta de incentivar a comercialização e fortalecer a cadeia produtiva do pescado na região Oeste da Bahia, bem como proporcionar um espaço dedicado à família com bastante entretenimento, a 3ª edição da Páscoa no Parque alcançou mais uma vez resultados notórios e positivos no incremento da comercialização de pescados e de produtos relacionados à Páscoa entre os dias 17 a 20 de abril, tornando o Parque de Exposição Engenheiro Geraldo Rocha em um verdadeiro festival piscícola.

Realizado pela Prefeitura de Barreiras, o evento que teve o apoio e organização da Secretaria Municipal de Agricultura e Tecnologia, contou também com a parceria das Secretarias de Meio Ambiente e Turismo, da Indústria, Comércio e Serviço, bem como da Codevasf, Bahia Pesca, Instituto Aiba, Abapa, SENAR, Banco do Nordeste, COOPEIXE, DISB, Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras e das empresas Pratigi e Mandacaru.

Os quatro dias do evento reuniu cerca de 52 mil pessoas, e repetiu o sucesso de 2018, movimentando aproximadamente R$1,8 milhão em vendas de pescados e frutos do mar, também na degustação de alimentos e de produtos típicos da Páscoa nas Vilas Temáticas: do Peixe, dos Sabores e da Páscoa que tornaram o evento extremamente aconchegante.

Com a animação do cantor barreirense Bosco Fernandes, que encantou a todos com um repertório eclético da música popular brasileira, a véspera do Domingo de Páscoa reuniu na Vila da Páscoa e na Vila dos Sabores, famílias, grupos de amigos e muitas crianças, que aproveitaram o último dia para comprar chocolates e registrar o ambiente temático dedicado especialmente à Semana Santa e ainda saborear os cardápios voltados para a culinária do pescado, disponibilizados no evento.

Satisfeita com o retorno do investimento na Páscoa no Parque, a vendedora de chocolates Eneida Régis garantiu participação no próximo ano. “Participo pela primeira vez dessa edição aqui no Parque, e agradeço muito aos organizadores pela estrutura aqui montada, pois tive um retorno positivo do meu investimento. Essa festa além de proporcionar um lucro extra, também nos dá a oportunidade de mostrar os nossos produtos comercializados em Barreiras. Com certeza já estamos nos preparando para participar da 4ª edição da Páscoa no Parque”, disse.

Na Vila do Peixe, foram vendidos em média, 48,5 toneladas de peixes pelos 21 comerciantes cadastrados. O evento também foi lucrativo para os 12 vendedores de verduras, para os ambulantes e as artesãs, que esse ano tiveram um espaço dedicado às suas produções.

Esse ano a Prefeitura de Barreiras inseriu na 3ª edição da Páscoa do Parque, a 1ª Mostra Gastronômica do Pescado de Barreiras, a iniciativa que contou com o apoio do Sebrae, selecionou os melhores pratos produzidos pelos dez restaurantes na Vila dos Sabores. A escolha e a avaliação dos pratos foi feita por júri técnico, convidados e votação popular durante os quatro dias. O grande destaque nessa primeira edição foi a receita: Pirarucu à moda do Val, produzido pelo Restaurante do Val, ficando em primeiro lugar. Também ganharam premiação o Restaurante Comida Caseira do Andrezão e o Restaurante Bar Chef Ely, segundo e terceiro lugar respectivamente.

Satisfeito com os resultados alcançados nessa 3ª edição, o secretário de agricultura e tecnologia destacou o sucesso da Páscoa no Parque 2019. “Iniciamos a Páscoa no Parque com a segunda edição do Workshop de Piscicultura realizado em um dia de campo, e logo após, a continuidade aqui no Parque de Exposição durante os quatro dias da Semana Santa. Na noite de quinta-feira, véspera da Sexta-feira Santa, muitos dos vendedores de peixes e frutos do mar esvaziaram seus estoques, refletindo diretamente na satisfação dos empreendedores e também do público que aproveitou o espaço para se divertir e garantir o chocolate do Domingo de Páscoa. Só temos a agradecer todos os parceiros, pelo êxito alcançado em mais uma edição da Páscoa no Parque”, destacou José Marques.
Alunos que tiveram a isenção no Enem negada podem entrar com recurso

Alunos que tiveram a isenção no Enem negada podem entrar com recurso


Os estudantes que não tiveram o pedido de isenção de taxa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aprovado, podem entrar com recurso até a próxima sexta-feira (26) pelo site do Enem.

Os interessados precisam enviar a documentação específica, solicitada pelo edital do exame.

O resultado do recurso será divulgado também pela internet, a partir de 2 de maio.
1ª Mostra Gastronômica do Pescado foi destaque na última noite da Páscoa no Parque em Barreiras

1ª Mostra Gastronômica do Pescado foi destaque na última noite da Páscoa no Parque em Barreiras




A última noite da Páscoa no Parque reuniu famílias, amigos e a criançada no Parque de Exposição Engenheiro Geraldo Rocha no último sábado (20). Todos foram aproveitar e conferir de perto o espaço que promoveu durante quatro dias, entretenimento e incentivo para a comercialização e o fortalecimento da cadeia produtiva de pescados da região Oeste através das vendas realizadas na Vila do Peixe, além é claro de toda ludicidade espalhada pela Vila da Páscoa e a 1ª Mostra de Gastronomia do Pescado na Vila dos Sabores.

Na inovação da 3ª edição da Páscoa no Parque, a Prefeitura de Barreiras através da Secretaria Municipal de Agricultura e Tecnologia, por meio dos Programas Vale Produtivo e Barreiras Investe, realizou a 1ª Mostra Gastronômica do Pescado com objetivo de valorizar a piscicultura na região e aqueles que fazem desses produtos, deliciosos pratos. Para avaliação, foi convidado o corpo de jurados composto pelos professores da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), Volnei Brito e Marcos Vidal, a coordenadora pedagógica do SENAC, Beatriz Souza e a chef Marina Sabino, que selecionaram os três melhores pratos, levando em consideração os critérios como sabor, aroma, apresentação, atendimento, higiene e limpeza. A escolha e a avaliação dos 10 pratos criados e produzidos pelos restaurantes instalados na Vila dos Sabores também contou com a votação popular durante os quatro dias.

Ao som do cantor Bosco Fernandes, o resultado final foi apresentado com muita música. Em primeiro lugar, com 93,26 pontos, a receita: Pirarucu à moda do Val, produzido pelo Restaurante do Val, foi o grande destaque da 1ª Mostra. Já o Restaurante Comida Caseira do Andrezão ficou em segundo lugar com o prato: Pescada de Tilápia à Rio Grande com 90,51 pontos e o Restaurante Bar Chefe Ely levou o terceiro lugar com o Filé de Surubim grelhado ao molho belle meuniere, totalizando 90,21 pontos.

Muito emocionado, Val agradeceu a oportunidade de mostrar mais uma inovação no cardápio durante a 3ª edição da Páscoa no Parque. “Trabalho há 35 anos em restaurante e essa é a primeira vez que apresento minha estrutura para um público tão grande de uma só vez. Estou muito satisfeito com as vendas nesses quatro dias, através do espaço organizado, bonito, que agregou valor ao meu empreendimento, conseguimos obter mais de 100% de lucro. Participar e ganhar um prêmio através de pratos produzidos por nós é um privilégio, estou muito emocionado e com certeza já estamos nos organizando para o próximo”, destacou Val.

Também prestigiaram o festival de sabores da Páscoa no Parque a vice-prefeita Karlúcia Macêdo, o secretário de agricultura e tecnologia, José Marques, o subsecretário Rider Castro, o secretário de indústria, comércio e serviços, Carlos Costa, a assessora Manoela Maia e Viviane Araújo, representando o Banco Santander.
De acordo com o secretário de agricultura e tecnologia, todos os finalistas receberam troféus de participação. O ganhador do primeiro lugar recebeu mil reais em dinheiro, prêmio oferecido pelo Banco Santander e o segundo lugar ganhou um kit de alimentos para restaurantes.

“A terceira edição da Páscoa no Parque mostrou o sucesso de público, segurança e de qualidade oferecido nesse espaço privilegiado, que é o Parque de Exposições. Durante os quatro dias, percebemos isso também por meio dessa inovação, que foi 1ª Mostra Gastronômica através dos restaurantes ofertando pratos produzidos na Vila dos Sabores. Esse é um evento totalmente dedicado às famílias nessa Semana tão especial, que além da comercialização de pescados, também foi possível adquirir doces, ovos da páscoa e comer variados pratos com pescados da região, além da diversão espalhada por toda estrutura. Para o próximo ano, iremos inovar mais uma vez”, destacou José Marques.
Encenação da Paixão de Cristo emocionou centenas de pessoas em Luís Eduardo Magalhães

Encenação da Paixão de Cristo emocionou centenas de pessoas em Luís Eduardo Magalhães


A encenação da Paixão de Cristo reuniu centenas de pessoas na Praça da Bíblia, na última sexta-feira (19), no bairro Santa Cruz. Todas interessadas em reviver os fatos e o sofrimento de Jesus Cristo, antes do julgamento que o condenou a crucificação até a ressurreição, no Domingo de Páscoa.

O prelúdio da encenação contou com a apresentação musical do Coral da REDE do BEM, com a participação dos idosos assistidos pelo Programa Municipal de Atendimento à Terceira Idade (PROMATI); a adoração do Trio Adorart, e mensagem bíblica com o pastor Alexander Salles.

O espetáculo foi realizado pelos atores da Associação Cultural Paixão de Cristo, com meninos e meninas atendidos pela REDE do BEM e participantes das oficinas da secretaria de Cultura e Turismo. Dona Celeste dos Santos veio de Ibotirama para passar a Semana Santa com a família e ficou emocionada com o espetáculo apresentado em Luís Eduardo Magalhães.

“Todos os envolvidos estão de parabéns. Ficou tudo muito bonito e bem real”, comentou a professora.

A montagem e direção da encenação é coordenada pelo presidente da Associação Cultural Paixão de Cristo, Leonildo Mano, que emocionado reconheceu o talento de todos os envolvidos.

“Ver o resultado de todo o trabalho que tivemos durantes esses últimos meses nos trás uma grande satisfação e temos muito a agradecer a prefeitura municipal pelo apoio. E toda a entrega de todos que atuaram. Além da equipe de bastidores, que foram incansáveis para que tudo ocorresse bem. Só gratidão pelo resultado que vimos no rosto do público presente”, lembrou Lenildo.

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Leandro dos Santos, ficou satisfeito com o evento. Para ele, as apresentações superaram todas as expectativas.

“Estamos muito felizes com o resultado do trabalho e dedicação de todos os envolvidos. Não há dúvida que esse foi o maior e melhor espetáculo a céu aberto realizado no nosso município. A plateia correspondeu e os atores não mediram esforços para tornar o espetáculo o mais real possível”, comentou.

O prefeito Oziel Oliveira também comemorou os resultados. Para o gestor, a dedicação de todos os envolvidos foi fundamental para relembrar de uma forma bem especial, momentos marcantes para os cristãos que assistiram à encenação da Paixão de Cristo.

“Não tenho dúvidas que o esforço da equipe foi recompensando. A estrutura montada aqui permitiu que todos assistissem ao espetáculo de forma segura, confortável e com muita clareza. Esse é o resultado do trabalho em conjunto que estamos realizando para proporcionar momentos felizes para as famílias de Luís Eduardo Magalhães”, encerrou o prefeito.

O espetáculo teria uma segunda exibição no sábado (20), por conta do forte temporal, a Secretaria de Cultura e Turismo cancelou a encenação.













Assessoria de Comunicação (ASCOM)
Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães/BA
Prefeitura de São Desidério realiza Audiência Pública para elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020

Prefeitura de São Desidério realiza Audiência Pública para elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2020


Com o objetivo de elaborar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, a Prefeitura de São Desidério por meio da Secretaria Municipal de Administração, Finanças e Orçamento (SAF) realizou na manhã desta segunda-feira, 22 de abril, no Plenário da Câmara Municipal, uma Audiência Pública que contou com a presença do vice-prefeito Zé Barbosa, secretários de governo, vereadores e comunidade.

A LDO é um dos instrumentos utilizados para o planejamento com o intuito de concretizar algumas previsões do Plano Plurianual (PPA) que por sua vez, busca nortear suas ações e prioridades com base na Lei Orçamentária Anual. A LDO garante que as ações programadas, em médio prazo, norteiem o administrador ao longo de cada exercício fiscal.

A apresentação técnica da audiência foi conduzida pelo consultor em Planejamento e Gestão Pública, Maglon Ribeiro. “A LDO define todas as receitas e fixa todas as despesas, referentes ao seu respectivo exercício fiscal. Como o PPA, a LDO também está submetida à Lei de Responsabilidade Fiscal que recomenda critério por parte do administrador, por ocasião da escolha das prioridades do município”, destacou Maglon.

“A LDO configura-se pelas metas e prioridades da administração pública incluindo as despesas do município, definindo acerca da política de aplicação dos recursos para o próximo exercício fiscal, por isso é importante para conduzir os projetos que a Prefeitura irá realizar em 2020”, revelou o secretário de Administração, João Antônio Linhares.





PREFEITURA DE SÃO DESIDÉRIO-BA
Embasa garante conformidade da água distribuída

Embasa garante conformidade da água distribuída


Sobre investigação conjunta da ONG Repórter Brasil e da organização suíça Public Eye sobre presença de agrotóxicos na água distribuída no Brasil a partir de resultados de análises registrados entre 2014 e 2017 no Sisagua (Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano), a Embasa esclarece que a interpretação dos dados divulgados em matéria jornalística não informa que os níveis detectados nas amostras dos municípios citados estão bem abaixo do valor máximo permitido (VMP) pelo Ministério da Saúde.

Vale ressaltar que, no período considerado na investigação (2014-2017), os equipamentos e procedimentos utilizados nas análises da Embasa indicavam com precisão a presença quase nula, ou em concentração inferior ao VMP, de 23 das 27 substâncias de agrotóxicos monitoradas nas análises. Para as outras quatro substâncias, o nível de precisão era mais baixo. Em 2018, porém, laboratórios de terceiros foram contratados para verificar com mais precisão a presença dessas quatro substâncias e os resultados, já disponíveis no Sisagua, atestam que a água distribuída pela empresa está em conformidade com a Portaria de Consolidação nº5 de 2017, norma que determina os parâmetros de potabilidade da água no Brasil.

Sem considerar essa informação, a ONG Repórter Brasil e a Public Eye afirmam que a água de alguns municípios baianos está com presença de agrotóxicos acima do nível permitido. No entanto, a partir de 2018, foi possível comprovar que todas as 27 substâncias estavam em total conformidade com o exigido pelo Ministério da Saúde.

Para acompanhar os aperfeiçoamentos ocorridos, nos últimos anos, no método de controle da qualidade da água, a Embasa tem investido na aquisição de equipamentos de alta precisão para fornecer informações com alto grau de confiabilidade e, assim, contribuir para o fortalecimento da rede de segurança da água para consumo humano existente no país.

Gerência de Comunicação Social da Embasa
Prefeitura de Formosa do Rio Preto promove Torneio de Futebol nos festejos da comunidade de Canabrava

Prefeitura de Formosa do Rio Preto promove Torneio de Futebol nos festejos da comunidade de Canabrava




A Prefeitura Municipal de Formosa do Rio Preto, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, promoveu um grande Torneio de Futebol como parte do tradicional Festejo da comunidade de Canabrava, no último sábado (20/04), o qual teve Caraíbas como o time campeão e Cariparé e Agrovila Pavão ficaram na segunda e terceira colocações, respectivamente. 


O prefeito Dr. Termosires Neto, acompanhado da primeira-dama e secretária de Políticas Estratégicas, Ronúbia Setúbal, fez a entrega das premiações, parabenizou os participantes e enfatizou que “a gestão apoia o esporte na cidade e na zona rural como atividade de lazer e melhoria da qualidade de vida das pessoas”. O primeiro colocado recebeu R$ 500,00 em dinheiro mais troféu e medalhas, o segundo colocado recebeu R$ 300,00 e o terceiro, R$ 200,00. 

Também participaram da solenidade de premiação o presidente da Câmara de Vereadores, José de Zuza, a vereadora Manuela, a secretária de Cultura, Esporte e Turismo, Luciana Bispo, o coordenador de Esportes, Nadélio Rocha – o Tenda, e Bira Lisboa. 


COMPETIÇÃO ACIRRADA 


Sete equipes participaram da competição que ocorreu de forma tranquila e pacífica, sendo elas: Canabrava, Malhadinha, Fazenda Costa, Caraíbas, Patrões da Canabrava, Cariparé e Agrovila Pavão. Na primeira partida, Cariparé eliminou Fazenda Costa por 1x 0, na sequência Caraíbas passou pelo time de Canabrava nos pênaltis por 3x2, já Agrovila Pavão levou a melhor em cima da equipe de Malhadinha, também nas penalidades máximas, por 4x3. Na seminifinal, Cariparé venceu a Agrovila nos pênaltis por 4x3 e Caraíbas conquistou a vaga na final contra os Patrões da Canabrava por 1x0.Em jogos muitos disputados, a grande final também foi definida nos pênaltis, com Caraíbas consagrando-se campeã na vitória por 4x3 contra Cariparé.














Ascom prefeitura de Formosa do Rio Preto/BA
FASB comemora com acadêmicos e funcionários seu 20º aniversário

FASB comemora com acadêmicos e funcionários seu 20º aniversário


A Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB) reservou, na quarta-feira (17), os intervalos dos períodos matutino e noturno para comemorar, com colaboradores e estudantes, os 20 anos de atuação no setor educacional da região, com alcance em muitos estados da Federação. A instituição, que em breve será convertida em Centro Universitário, reuniu os alunos no pátio, entre os prédios I e II e serviu bolos confeitados para marcar a data. O momento festivo, animado por músicos locais, agradou os convidados pela descontração e o sentimento de união característico da comunidade fasbiana. O ambiente carregado de positividade permitiu também que houvesse uma reflexão sobre o papel da FASB na sociedade do Oeste da Bahia.

A diretora acadêmica, Marilissa Maineri Dobrachinski, destacou a forma com que a proposta pedagógica da FASB é aplicada. “Não se trata apenas da oferta de vagas em cursos superiores. São 20 anos de ensino superior praticados com planejamento, dedicação e muita responsabilidade. Por isso a FASB está consolidada e tem uma bela história de transformação social no oeste da Bahia”. Roberto Marden Lucena, assessor especial do Instituto Avançado de Ensino Superior de Barreiras, falou sobre os bastidores da construção da faculdade. “As decisões que tomamos, no começo, não nos garantiam muita coisa, mas indicavam um horizonte em que o aprendizado na educação superior precisava acontecer. Seguimos, à risca, as orientações do Ministério da Educação, construímos uma excelente estrutura física e promovemos a capacitação para funcionários e o corpo docente. Assim conseguimos agregar qualidade à educação oferecida pela FASB”, disse.

Entre os mais de 300 colaboradores, Patrícia Amorim completa 20 anos de trabalho no setor administrativo. Ela falou sobre os fatores que contribuíram para a permanência da instituição em um setor tão complexo como o educacional. “Com a chegada da FASB, Barreiras se fortaleceu como polo de educação superior. É um empreendimento que cumpre rigorosamente com os compromissos, sejam pedagógicos ou financeiros, com seus fornecedores, funcionários e professores. A visão ampla, a força de trabalho e a conduta ética estão entre os pilares que permitiram à instituição chegar ao 20º aniversário com solidez e saúde institucional. Por isso que eu sempre incentivo quem tem o desejo de estudar aqui. Digo a eles que podem vir, pois terão uma excelente estrutura à disposição e sairão com condições de competir com os melhores profissionais do mercado”.

Hellen Vitória Vieira, falou sobre a experiência dela na instituição, no primeiro semestre do curso de enfermagem. “Para mim é gratificante estar cursando a graduação na FASB, por se tratar de uma instituição de alto nível. Além da qualidade do ensino, que é o que vim buscar aqui, a gente se sente abraçada pela equipe da faculdade, que nos dá todo o suporte. É fácil perceber que eles estão sempre preocupados em nos dar atenção, ouvindo nossas sugestões, críticas e correndo para sanar os problemas identificados”, disse a estudante, que é uma das duas mil pessoas matriculadas atualmente nos cursos oferecidos.

A história da FASB, repleta de desafios, teve início em abril de 1999. De lá para cá, 7 mil pessoas realizaram, por meio da instituição, o sonho de cursar a graduação e encaminhar seus projetos profissionais no mercado de trabalho. Atualmente a instituição tem 126 professores – 62% mestres ou doutores e 38% especialistas, que atendem a 10 cursos de graduação, dois tecnológicos e três de pós-graduação. Na parte estrutural, começou com uma placa em um terreno às margens da BR-135, e construiu, ao longo dessas duas décadas, um complexo de prédios modernos e equipados com laboratórios, salas de aula, consultórios, auditório, ginásio multiuso e áreas de convivência. 





Araticum Comunicação
CCJ da Câmara retoma análise do parecer da reforma da Previdência na terça-feira

CCJ da Câmara retoma análise do parecer da reforma da Previdência na terça-feira


A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados retomará, nesta terça-feira (23), a análise do parecer do relator da reforma da Previdência, Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG). 

A previsão inicial era votar o relatório sobre a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19 na semana passada, mas sessões tumultuadas inviabilizaram a votação.

"O que estamos procurando trabalhar é a construção de um consenso, que permita discutir um texto final que atenda aos interesses da sociedade brasileira sem que haja uma desidratação no texto proposto pelo governo”, disse Freitas, em entrevista à Agência Brasil.
271 cidades da Bahia têm água contaminada por agrotóxicos; veja lista

271 cidades da Bahia têm água contaminada por agrotóxicos; veja lista


Testes realizados pelas empresas de abastecimento de municípios brasileiros mostram que quatro cidades da Bahia consomem um perigoso coquetel com 27 agrotóxicos encontrados na água utilizada pela população. Mucugê, na Chapada Diamantina, Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), Itapetinga, Centro Sul, e São Félix do Coribe, no Oeste, estão no topo de uma lista de 271 municípios baianos (veja lista no final da matéria) em que se encontrou pelo menos um agrotóxico na água que abastece as torneiras das cidades.

Obtidos em uma investigação conjunta pela ONG Repórter Brasil, da Agência Pública e da organização suíça Public Eye, os dados dizem respeito ao período entre 2014 e 2017. As informações são parte do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (Sisagua) do Ministério da Saúde. O estudo detectou em 1.396 municípios no país todos os 27 pesticidas.


No caso de Mucugê, o CORREIO apurou que o número elevado de agrotóxicos na água pode ter relação direta com as plantações de batata, morango e tomate na região. Moradores, biólogos, profissionais de saúde do município e até agricultores confirmam o problema e começam a ver os reflexos na população.

“Aqui tem fazendas grandes com plantações que consomem muito agrotóxico. Contamina solo, lençol freático, água para consumo residencial. A gente vê muita gente com alteração de hormônio, tireoide, muita gente hipertensa e diabética. É difícil comprovar que isso tem relação com o consumo da água, mas que se usa muito agrotóxico na região, com certeza”, disse um especialista na área de saúde de Mucugê, que preferiu não se identificar.

Biólogo e agricultor de Mucugê, Osório Neto diz que a batata, cultura número um da região, junto com as demais, compromete a qualidade da água há muito tempo. “Na realidade os três municípios vizinhos são contaminados com agrotóxicos: Mucugê, Ibicoara e Barra da Estiva. Os agrotóxicos que se usam em batata tem uma concentração maior de agrotóxicos. Isso há muito tempo tá assim. Demorou de estourar”, afirma Osório.

Por outro lado, o próprio Osório, que é agricultor, garante que usa agrotóxicos ecologicamente corretos, específicos para cada cultura. E observa que o uso desses químicos em plantações está reduzindo. “Os próprios agricultores resolveram mudar isso. As fazendas e grandes empresas deixaram de usar produtos altamente tóxicos, passaram a usar moderadamente e agora estão partindo para outro estágio, como fazer rotação de culturas e usar sementes resistentes”, observa.

Mas, admite Osório, ainda vai levar muito tempo para que o solo contaminado de Mucugê se livre dos resíduos dos agentes contaminadores. “Os agrotóxicos altamente pesados foram retirados de combate há mais de dez anos. Tinham dois inseticidas aqui que eram terríveis. Eram faixa vermelha. Depois usaram faixa amarela e agora estão usando material resistente. Acontece que os resíduos que ficaram no solo levam décadas para se dissolver”, acredita o biólogo.

A Estação de Tratamento de Água de Mucugê é de responsabilidade do município. Segundo Edna Moura, bióloga da vigilância sanitária de Mucugê, o município tem a obrigação de fazer coleta de duas amostras de água ao ano, como manda a portaria 2914/2011 – no caso de cidades com menos de 10 mil habitantes, o que não tem ocorrido.

Edna diz que a vigilância tem enviado por conta própria amostras para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), do Governo do Estado. No ano passado, porém, das quatro análises enviadas para o laboratório, Mucugê só teve acesso ao resultado de uma, que não identificou alteração.

Para Edna, é preciso refazer sempre as análises e cobrar do Lacen que divulgue os resultados. Inclusive, 15 dias atrás, novas amostras para analisar agrotóxicos foram enviadas para laboratório. “O resultado mais recente que eu tenho, que foi do ano passado, deu normal, dentro dos parâmetros. Mas, é preciso refazer essas análises”, diz Edna. “Sabemos que estamos em uma região com grandes plantações de batata, de morango e não podemos descartar contaminação. Essa temática está muito complexa e se coloca atualmente na Bahia inteira", argumenta.

O que assusta é a possibilidade de os males trazidos pelos agrotóxicos estarem agindo de forma silenciosa nas populações, sem que se saiba a origem do problema. “Aqui em Mucugê dificilmente você vê alguém dizer que uma alergia ou qualquer outra doença é fruto do consumo de água com agrotóxico. Claro, tem gente que faz essa ligação. Mas, nunca vi ninguém dizer que vai procurar indenização de alguma empresa por conta disso, por exemplo”, diz o biólogo Osório Neto.

O farmacêutico bioquímico responsável pelo sistema de tratamento de Mucugê, Luciano Guedes, questionou a credibilidade da pesquisa e destacou que o procedimento realizado na cidade é o padrão.

"Seguimos rigorosamente todos os critérios estabelecidos. Trabalhamos diuturnamente. Testes de controle interno são feitos a cada duas horas e mensalmente a água é passada por testes, com amostras enviadas ao Lacen e ao laboratório vinculado ao município", disse Luciano.

Para discutir o assunto, a Câmara dos Vereadores da cidade receberá nessa segunda-feira (22) uma reunião entre membros da prefeitura, vigilância sanitária e entidades do meio ambiente para discutir soluções acerca do resultado obtido pelo estudo.

"Temos que fazer análises para ter certeza que a pesquisa fala a verdade. Faremos testes padrões para avaliar isso. O nosso levantamento, no entanto, não encontrou a presença de nenhum agrotóxico", disse o farmacêutico.

Risco na torneira


Dos 27 agrotóxicos encontrados pela pesquisa, 16 são classificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como extremamente ou altamente tóxicos e 11 estão associados ao desenvolvimento de doenças crônicas como câncer, malformação fetal, disfunções hormonais e reprodutivas. Importante ressaltar que as quatro cidades atingem o número máximo de agrotóxicos, mas há muitas outras com uma quantidade perigosa de químicos, como Macarani, também no Centro Sul, com 25 agrotóxicos, e até a própria Salvador, com 16 pesticidas.

O levantamento revela ainda quais químicos estão acima dos níveis permitidos pela legislação do país e pela regulação europeia, que proíbe 21 dos 27 pesticidas encontrados na água dos brasileiros. Mas, ainda que não ultrapassem os limites legais aqui, a preocupação é de que eles juntos atuem como um coquetel nocivo à saúde.

"Mesmo que um agrotóxico não tenha efeito sobre a saúde humana, ele pode ter quando mistura com outra substância", explica Cassiana Montagner, que pesquisa a contaminação da água no Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). "Os agentes químicos são avaliados isoladamente e ignoram os efeitos das misturas que ocorrem na vida real", diz a médica e toxicologista Virginia Dapper. Ambas são fontes no trabalho feito em conjunto pela Repórter Brasil, Agência Pública e organização suíça Public Eye.

Itapetinga


Em Itapetinga, no Centro-Sul da Bahia, foram detectados 27 agrotóxicos, sendo 11 associadas a doenças crônicas como o câncer. A gestão da água e do esgoto é realizada pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). O diretor, Alex Dutra, afirmou que o tratamento é "100% seguro e 100% dentro do exigido pelo Ministério da Saúde". Análises são realizadas semestralmente na cidade.


Amostras são enviadas para São Paulo.

"Sempre estamos abaixo do nível dos 27 agrotóxicos. Nós fazemos todas as análises sempre e seguimos o recomendado. Se o problema que a entidade sugere é a presença de diversos agrotóxicos em um município, é necessário alterar a exigência do Ministério da Saúde, porque nós seguimos à risca o que eles exigem", opinou.

Dutra afirmou que irá conversar com os representantes da agricultura das cidades de Barra do Choça, Caatiba e de Itapetinga, que são cortados pelo mesmo rio, para verificar os produtos utilizados e buscar melhorias para a população.

Barra do Choça e Caatiba, por exemplo, têm a presença de três agrotóxicos proibidos no Brasil em suas águas, de acordo com o levantamento.

O último relatório de análises da água de Itapetinga foi divulgada no site da cidade. No relatório, todos os agrotóxicos realmente estavam abaixo do nível permitido no país, mas houve a presença dos 27, assim como a pesquisa revelou.

Na Bahia, dos quatro municípios em que foram detectados os 27 agrotóxicos, Camaçari é o único em que se detectou agrotóxicos com concentrações acima do nível permitido no Brasil. Também apenas em Camaçari a Embasa (Empresa Baiana de Água e Saneamento) trata a água. As demais têm gestão própria do abastecimento. Já dentre as 271 cidades com pesticidas a Embasa gerencia a maior parte do fornecimento de água com por exemplo em Salvador.

Em nota, a Embasa informou que as análises realizadas semestralmente pela empresa no período entre 2014/2018 apresentaram valores que demonstram a inexistência de substâncias presentes em agrotóxicos. “Isso significa que os parâmetros de potabilidade da água distribuída pela empresa estão de acordo com as determinações da Portaria de Consolidação nº 05, anexo XX, de 2017, do Ministério da Saúde”, diz a nota.

A secretaria de Saúde de Camaçari foi procurada pelo CORREIO, mas não respondeu até o fechamento desta reportagem. O município de São Félix de Coribe, que possui o tratamento da água através do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), também foi procurado pelo jornal, mas não deu retorno aos questionamentos da reportagem.

Saúde em alerta

As intoxicações por agrotóxico, em casos graves, podem até gerar coma, parada cardíaca, hemorragia ou perda da visão. Na Bahia, o problema é tratado como uma questão de saúde pública, já que está entre os oito estados do Brasil em consumo do produto.

Os defensivos agrícolas possuem diversos níveis de intoxicação, que podem variar de acordo com a quantidade do produto e tempo de exposição a ele.

O Ministério da Saúde alerta que os venenos podem entrar no corpo por meio de contato com a pele, mucosas, respiração ou ingestão. Os sintomas mais comuns logo após a exposição são mal-estar, dor de cabeça e cansaço. Nos casos mais graves, pode se identificar lesões de pele, tonturas, dificuldade respiratória, podendo ocorrer coma e morte.

Os agroquímicos também podem desenvolver problemas crônicos, que aparecem após algum tempo, como distúrbios como irritabilidade, ansiedade, alterações do sono e da atenção, depressão; dor de cabeça, cansaço, alergias de pele e respiratórias, problemas neurológicos e até alguns tipos de câncer.

O bioquímico Luciano Costa destaca que a presença dos agrotóxicos na água acima do nível permitido pelo Ministério da Saúde pode provocar diversas doenças.

"Funciona como o efeito radioativo, ele vai acumulando no organismo. Ou seja, você pode ter problemas mais graves no futuro quando consome esse tipo de material", disse.

Ele destacou que quanto maior a quantidade ingerida e o tempo de exposição, piores são os sintomas e as consequências para a saúde.

"Não é que a pessoa de imediato vai ter câncer, mas como algumas substâncias são cancerígenas, quando há uma grande exposição, os riscos aumentam", explicou.

A Pública - Agência de Jornalismo Investigativo - e ONG Repórter Brasil, que pesquisaram os dados de contaminação da água, são organizações especializadas em jornalismo investigativo fundadas em 2011 e 2001, respectivamente. A Pública foi o terceiro veículo de comunicação brasileiro mais premiado em 2016 e já conquistou os principais prêmios de Jornalismo do Brasil a exemplo do Tim Lopes, Petrobras e Vladmir Herzog.

Agronegócio questiona dados de contaminação

A divulgação, nessa semana, do resultado do estudo de contaminação de água por agrotóxicos pela Agência Pública, Repórter Brasil e organização Public Eye gerou questionamentos. Além das próprias empresas de tratamento de água desmentirem as informações ou falarem que elas são tendenciosas, associações do setor agrícola também foram contrárias aos dados apresentados.

A Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), por exemplo, afirmou que os dados foram publicados "de forma alarmista" com pesquisas "absolutamente desconhecidas por autoridades nacionais e internacionais".

"A matéria trata de forma cientificamente distorcida a questão do resíduo de agroquímicos na água dos municípios brasileiros, já que apenas 0,3% das análises realizadas estão acima dos valores máximos estabelecidos pelas autoridades brasileiras. O texto importa parâmetros europeus e faz uma análise fora do contexto da realidade brasileira, um país tropical e com mais de 65% do seu território coberto por vegetação nativa", diz a entidade em nota enviada à imprensa.

A entidade destacou que os agrotóxicos passam por aprovação da Anvisa, MAPA E Ibama e estão "entre os produtos mais regulamentados em todo o mundo" e que o processo de desenvolvimento do produto é longo, podendo chegar a 10 anos, justamente por conta da quantidade de pesquisa necessária para produzi-los.

"Cada país estabelece diferentes limites, pois eles também dependem do uso local; por isso comparar regiões globais não é a maneira mais adequada de verificar a qualidade da água. O monitoramento da qualidade da água deve levar em conta o uso e a exposição, ou seja, avaliando-se cientificamente o risco", opinou a entidade.

Sobre o aumento de toxicidade entre mistura de agrotóxicos, a entidade afirmou que "deve-se ponderar que não se pode esperar que os defensivos com diferentes modos de ações para os organismos alvos apresentem toxicidade acumulativa".

O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg), entidade que representa os fabricantes de agrotóxicos, destacou a avaliação já realizada previamente pela Anvisa, Ibama e Ministério da Agricultura.

“Garante que eles são seguros ao trabalhador, população rural e ao meio ambiente sempre que utilizados de acordo com as recomendações técnicas aprovadas e indicadas em suas embalagens”.

“O setor de defensivos agrícolas realiza iniciativas para garantir a aplicação correta de seus produtos, uma vez que alguns problemas estruturais da agricultura como a falta do hábito da leitura de rótulo e bula e analfabetismo no campo trazem um desafio adicional de cumprimento às recomendações de uso”, acrescentou o sindicato.

A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) informou que só vai se pronunciar sobre o caso após apurar os dados e confrontá-los com outros levantamentos.

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia e a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia, órgão do governo estadual, foram procuradas mas em função do feriadão não foram localizados representantes para se posicionar.

Veja a lista das cidades da Bahia que estão com a água contaminada, segundo o estudo:

ABARE
AGUA FRIA
AIQUARA
ALCOBACA
ALMADINA
AMARGOSA
AMELIA RODRIGUES
ANAGE
ANDARAI
ANGICAL
ANTAS
ANTONIO CARDOSO
ANTONIO GONCALVES
APUAREMA
ARACATU
ARACI
ARAMARI
ARATACA
ARATUIPE
AURELINO LEAL
BAIANOPOLIS
BANZAE
BARRA DO CHOCA
BARRA DO ROCHA
BARREIRAS
BELMONTE
BIRITINGA
BOA NOVA
BOA VISTA DO TUPIM
BONINAL
BONITO
BREJOES
BROTAS DE MACAUBAS
BRUMADO
CAATIBA
CABACEIRAS DO PARAGUACU
CACHOEIRA
CACULE
CAETANOS
CAETITE
CAIRU
CAMACAN
CAMACARI
CAMAMU
CAMPO FORMOSO
CANAVIEIRAS
CANDEIAS
CANDIDO SALES
CANUDOS
CAPELA DO ALTO ALEGRE
CAPIM GROSSO
CARAIBAS
CARAVELAS
CARDEAL DA SILVA
CHORROCHO
CICERO DANTAS
CIPO
COARACI
CONCEICAO DA FEIRA
CONDE
CONDEUBA
CONTENDAS DO SINCORA
COTEGIPE
CRAVOLANDIA
CRISOPOLIS
CRISTOPOLIS
DARIO MEIRA
DIAS D'AVILA
ELISIO MEDRADO
ENCRUZILHADA
ENTRE RIOS
ESPLANADA
EUCLIDES DA CUNHA
EUNAPOLIS
FATIMA
FEIRA DE SANTANA
FLORESTA AZUL
FORMOSA DO RIO PRETO
GANDU
GAVIAO
GENTIO DO OURO
GLORIA
GONGOGI
GUAJERU
GUARATINGA
IACU
IBIASSUCE
IBICOARA
IBICUI
IBIPEBA
IBIRAPITANGA
IBIRAPUA
IBIRATAIA
IBITIARA
IBITITA
IBOTIRAMA
IGRAPIUNA
IGUAI
ILHEUS
INHAMBUPE
IPIAU
IPIRA
IPUPIARA
IRAMAIA
IRAQUARA
IRARA
ITABELA
ITABERABA
ITABUNA
ITACARE
ITAETE
ITAGI
ITAGIBA
ITAGIMIRIM
ITAGUACU DA BAHIA
ITAJU DO COLONIA
ITAMARAJU
ITAMARI
ITAMBE
ITANAGRA
ITANHEM
ITAPARICA
ITAPE
ITAPEBI
ITAPETINGA
ITAPICURU
ITAPITANGA
ITARANTIM
ITIUBA
ITUACU
ITUBERA
JACARACI
JACOBINA
JAGUAQUARA
JAGUARARI
JAGUARIPE
JANDAIRA
JEREMOABO
JIQUIRICA
JITAUNA
JUCURUCU
JUSSIAPE
LAFAIETE COUTINHO
LAGOA REAL
LAJE
LAJEDAO
LAJEDINHO
LAJEDO DO TABOCAL
LAMARAO
LENCOIS
LICINIO DE ALMEIDA
LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA
LUIS EDUARDO MAGALHAES
MACARANI
MACAUBAS
MAETINGA
MAIQUINIQUE
MAIRI
MALHADA
MALHADA DE PEDRAS
MANOEL VITORINO
MANSIDAO
MARACAS
MARAGOGIPE
MARAU
MARCIONILIO SOUZA
MASCOTE
MATA DE SAO JOAO
MEDEIROS NETO
MIRANGABA
MIRANTE
MORPARA
MORRO DO CHAPEU
MORTUGABA
MUCUGE
MUCURI
MULUNGU DO MORRO
MUNIZ FERREIRA
MUQUEM DE SAO FRANCISCO
MURITIBA
NAZARE
NILO PECANHA
NOVA CANAA
NOVA FATIMA
NOVA IBIA
NOVA REDENCAO
NOVA SOURE
NOVA VICOSA
NOVO TRIUNFO
OLINDINA
OURICANGAS
OUROLANDIA
PALMEIRAS
PARAMIRIM
PAU BRASIL
PAULO AFONSO
PE DE SERRA
PEDRAO
PEDRO ALEXANDRE
PILAO ARCADO
PIRAI DO NORTE
PIRIPA
PIRITIBA
PLANALTINO
PLANALTO
POCOES
POJUCA
PONTO NOVO
PORTO SEGURO
POTIRAGUA
PRADO
PRESIDENTE JANIO QUADROS
PRESIDENTE TANCREDO NEVES
QUEIMADAS
QUIJINGUE
RAFAEL JAMBEIRO
RIACHAO DAS NEVES
RIACHAO DO JACUIPE
RIBEIRA DO AMPARO
RIBEIRA DO POMBAL
RIO DE CONTAS
RIO DO ANTONIO
RIO DO PIRES
RIO REAL
RUY BARBOSA
SALINAS DA MARGARIDA
SALVADOR
SANTA BRIGIDA
SANTA CRUZ CABRALIA
SANTA LUZIA
SANTA TERESINHA
SANTANA
SANTO AMARO
SANTO ANTONIO DE JESUS
SANTO ESTEVAO
SAO DESIDERIO
SAO DOMINGOS
SAO FELIPE
SAO FELIX DO CORIBE
SAO JOSE DA VITORIA
SAO JOSE DO JACUIPE
SAO MIGUEL DAS MATAS
SAO SEBASTIAO DO PASSE
SATIRO DIAS
SAUBARA
SEABRA
SENHOR DO BONFIM
SIMOES FILHO
SITIO DO QUINTO
TANHACU
TAPIRAMUTA
TEIXEIRA DE FREITAS
TEODORO SAMPAIO
TEOFILANDIA
TEOLANDIA
TERRA NOVA
TREMEDAL
TUCANO
UBAIRA
UBAITABA
UBATA
UMBURANAS
UNA
URUCUCA
UTINGA
VARZEA DA ROCA
VARZEA NOVA
VEREDA
VITORIA DA CONQUISTA
WAGNER
WENCESLAU GUIMARAES

Correio 
Brasília: Chuva alaga tesourinhas, derruba árvores e complica trânsito da capital federal

Brasília: Chuva alaga tesourinhas, derruba árvores e complica trânsito da capital federal

Motorista espera socorro embaixo de tesourinha — Foto: Divulgação.

O sol e o céu aberto registrado na manhã deste domingo (21/4) deram lugar à chuva forte e à ventania na região central de Brasília. Com o temporal, tesourinhas ficaram alagadas, árvores vieram ao chão e o trânsito, para chegar aos shows de comemoração de aniversário de Brasília, ficou complicado. Diversos veículos enfrentavam filas para chegar às proximidades da Esplanada dos Ministérios. Já choveu 119,55% acima do esperado para todo o mês de abril. 



Na Esplanada dos Ministérios, as fortes precipitações iniciaram por volta das 16h30, refletindo rapidamente no trânsito no Eixo Monumental, que dá acesso ao local. A festa do aniversário de Brasília ocorre desde a manhã deste domingo (21), com atrações infantis. Para a tarde e noite, vários shows estavam marcados.
A estrela da comemoração é a cantora Anitta. A previsão inicial era de que ela subisse ao palco por volta das 21h, mas, por conta da interrupção temporária do show da banda Surf Sessions, a apresentação deve acontecer às 21h30. A produção do evento garante que a chuva não ocasionou estragos nos palcos ou equipamentos. A subsecretaria da Defesa Civil também confirmou que a equipe de plantão se concentrou em analisar as estruturas. 

Devido às precipitações, a Estação Central do Metrô DF teve de ser fechada.O local ficou alagado e impediu a entrada de passageiros. Por isso, a Estação Galeria funciona como terminal. A forte chuva também atingiu outros setores de Brasília, como a Asa Norte, o Lago Sul e o Setor de Indústrias Gráficas.
Com a ventania, ao menos três árvores caíram na Asa Norte. Duas delas entre os blocos N e O da 411 Norte e uma às margens da L2 Norte, em frente ao bloco Q. A síndica do prédio onde duas árvores cederam contou que em janeiro pediu a poda delas, mas não foi "Não me lembro de uma chuva assim aqui na Asa Norte há muito tempo", afirma a contadora Karen Castro, 43, ficou espantada com o volume de água.  

Na QI 7 do Lago Sul, há registros de que a água invadiu as casas. Com pistas alagadas, os motoristas que passavam pela tesourinha da 102/302 sul não conseguiram seguir caminho. Para conseguir desviar, motoristas subiam nos canteiros ou dirigiam pela contramão. 
A tempestade provocou atraso, também, em pelo menos cinco voos no Aeroporto Internacional de Brasília.

Correio Brasiliense
Com gol de Vágner Love no fim, Corinthians bate o São Paulo e é tri

Com gol de Vágner Love no fim, Corinthians bate o São Paulo e é tri


Com um gol de Vagner Love aos 44 do segundo tempo, o Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 1 neste domingo, em Itaquera, e garantiu seu 30º título de campeão paulista. A arena alvinegra, com público recorde de 46.842 torcedores, passou boa parte da segunda etapa apreensiva, mas no finalzinho foi à loucura e comemorou o tricampeonato consecutivo.

Foi a vitória do futebol de resultado de Fábio Carille, que ajeitou a casa no início da temporada e recolocou o time alvinegro no caminho da vitória. O treinador estava presente nas outras duas conquistas. A última vez que o Corinthians havia conseguido tal feito foi há 80 anos. De quebra, o clube torna-se o único paulista quatro vezes tricampeão seguido - os outros foram de 1922 a 1924, de 28 a 30 e de 37 a 39 - o Santos é três vezes tri.

O São Paulo segue com seu jejum de nunca ter vencido o Corinthians na arena em Itaquera. São 11 jogos, com oito vitórias do Corinthians e três empates. O time tricolor também agora amargará 15 anos sem um título paulista - o último foi em 2005. O último título da equipe foi em 2012, quando levantou o troféu da Copa Sul-americana.
Flamengo repete o placar do primeiro jogo e é campeão carioca

Flamengo repete o placar do primeiro jogo e é campeão carioca


O Flamengo conquistou o título carioca de 2019 com mais uma vitória por 2 a 0 sobre o Vasco, na segunda partida da final do Estadual. O confronto, disputado na tarde deste domingo, no Maracanã, coroou a melhor campanha na competição. O Vasco chegou à final por ter vencido a Taça Rio, primeiro turno do Carioca. O Flamengo venceu o segundo turno e foi a equipe com mais pontos em toda a fase de classificação. William Arão abriu o placar no primeiro tempo, e Vitinho fez o segundo gol na etapa final.

Passado o Estadual, Flamengo e Vasco têm compromissos importantes nesta próxima semana. O Rubro-Negro visita a LDU em Quito, em busca da classificação à próxima fase da Libertadores. Um empate garante a classificação com uma rodada de antecedência.

Já o Gigante da Colina recebe o Santos na quarta-feira, em São Januário, no jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, a equipe foi derrotada por 2 a 0 na Vila Belmiro.
Produtores rurais passam a emitir Nota Fiscal Eletrônica com o CPF na Bahia

Produtores rurais passam a emitir Nota Fiscal Eletrônica com o CPF na Bahia


Os produtores rurais inscritos como pessoa física no cadastro do ICMS do Estado da Bahia agora podem emitir Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) utilizando o CPF. Antes, a emissão da NF-e era possível apenas para produtores inscritos como pessoa jurídica, utilizando o CNPJ.

Para a emissão, é necessário que este contribuinte possua acesso à internet, tenha certificado de assinatura digital (e-CPF) no padrão ICP-Brasil e adquira ou desenvolva programa para emissão da NF-e.

Em caso de queda no acesso à internet, a NF-e pode ser emitida em contingência para posterior envio à Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), na opção Formulário de Segurança. Outras informações podem ser obtidas na Nota Técnica 2018.001, disponível em www.nfe.fazenda.gov.br.